Aécio ainda enfrenta resistência em SP

Segundo enquete realizada pela Folha, dos 35 deputados federais e estaduais paulistas do PSDB, só oito estão convencidos de apoiar o senador mineiro na disputa à Presidência em 2014; com FHC e Geraldo Alckmin, mas sem José Serra, Aécio marcará hoje o lançamento informal de sua candidatura no Estado; ex-governador se mandou para os EUA, onde participa de homenagem ao economista Albert Hirschman

Aécio ainda enfrenta resistência em SP
Aécio ainda enfrenta resistência em SP (Foto: Rafael Rodrigues Pinheiro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O senador Aécio Neves (MG) tem o ex-presidente FHC e o governador Geraldo Alckmin como interlocutores em São Paulo. Ainda assim, enfrenta resistência dos deputados federais e estaduais paulistas do PSDB para se lançar na disputa à Presidência em 2014. Uma enquete realizada pela Folha aponta que, dos 35 deputados tucanos, só oito estão convencidos da ideia até o momento.

Doze dos parlamentares do PSDB no Estado dizem que Aécio é um bom nome, mas não fecham questão sobre a candidatura. Outros 15 não dizem quem apoiam.

Depois de passar em São Paulo para tentar, sem sucesso, acertar os ponteiros com o ex-governador José Serra, o senador Aécio Neves (MG) volta à capital paulista nesta segunda-feira para ministrar a palestra “PSDB: uma agenda para o desenvolvimento do Brasil”. Alckmin estará ao seu lado, mas ele não conseguiu convencer Serra a participar do evento.

Mais uma vez, encontrará a cadeira de José Serra vazia. Ele se mandou para os Estados Unidos, onde participa de homenagem ao economista Albert Hirschman, falecido em dezembro passado, na Universidade de Princeton.

Leia mais na coluna de Vera Magalhães, do Painel, da Folha:

Questão de tempo

Caberá a FHC o apelo em favor da unidade no PSDB em evento que marcará hoje o lançamento informal da candidatura presidencial de Aécio Neves para os tucanos paulistas. O ex-presidente tratará inclusive de afagar José Serra, ausente da noite, pedindo "consideração" ao ex-governador. A pacificação, contudo, está longe do desfecho. Geraldo Alckmin, que já admite Aécio no comando da sigla, voltou a defender que a definição do candidato só ocorra "no final do ano".

UPP

O senador tucano esteve no final de semana com empresários de São Paulo que apoiam a ONG Afro Reggae, reconhecida pelo trabalho de mediação de conflitos em comunidades do Rio.

Trem das Gerais

Aécio levará comitiva mineira ao congresso do PSDB-SP. Deputados de outros Estados também devem acompanhá-lo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email