Aécio defende Campos: "Era um homem de bem"

O candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves, saiu em defesa do ex-governador Eduardo Campos (PSB) em relação às denúncias de que teria sido favorecido em desvios de recursos por ocasião da implantação da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. "Convivi com Eduardo durante 30 anos. Isso não combina com ele, que era um homem de bem. Agora, esse discurso da candidata Marina [Marina Silva, ex-vice e atualmente candidata à Presidência pelo PSB] de que é vítima dos ataques do PT e do PSDB é um discurso muito defensivo", disse.

O candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves, saiu em defesa do ex-governador Eduardo Campos (PSB) em relação às denúncias de que teria sido favorecido em desvios de recursos por ocasião da implantação da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. "Convivi com Eduardo durante 30 anos. Isso não combina com ele, que era um homem de bem. Agora, esse discurso da candidata Marina [Marina Silva, ex-vice e atualmente candidata à Presidência pelo PSB] de que é vítima dos ataques do PT e do PSDB é um discurso muito defensivo", disse.
O candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves, saiu em defesa do ex-governador Eduardo Campos (PSB) em relação às denúncias de que teria sido favorecido em desvios de recursos por ocasião da implantação da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. "Convivi com Eduardo durante 30 anos. Isso não combina com ele, que era um homem de bem. Agora, esse discurso da candidata Marina [Marina Silva, ex-vice e atualmente candidata à Presidência pelo PSB] de que é vítima dos ataques do PT e do PSDB é um discurso muito defensivo", disse. (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - O candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves, saiu em defesa do ex-governador Eduardo Campos (PSB) em relação às denúncias de que teria sido favorecido em desvios de recursos por ocasião da implantação da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. A denúncia foi veiculada pela imprensa neste final de semana tendo como base depoimentos formulados pelo ex-diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa. Campos e outras seis pessoas morreram em um acidente aéreo no último dia 13 de agosto, quando faziam uma viagem da campanha presidencial do PSB.

"Convivi com Eduardo durante 30 anos. Isso não combina com ele, que era um homem de bem. Agora, esse discurso da candidata Marina [Marina Silva, ex-vice e atualmente candidata à Presidência pelo PSB] de que é vítima dos ataques do PT e do PSDB é um discurso muito defensivo", disse. 

Aécio, porém, não poupou a presidente Dilma Rousseff (PT) das críticas em torno das denúncias contra a Petrobras. "Não acredito que a presidente da República tenha recebido recursos desse esquema. Mas, do ponto de vista político, ela foi beneficiária sim e tinha a obrigação de saber aquilo que acontece no seu entorno", afirmou. "A verdade é que o governo do PT enlameou a nossa principal empresa. E não adianta o governo dizer que não sabia. É preciso que as respostas sejam diretas, objetivas e que essas investigações possam ser aprofundadas. Quem tem responsabilidades tem que ser punido exemplarmente", completou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247