Aécio diz que Temer pediu para ele retirar ação de cassação da chapa Dilma-Temer

Senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) foi flagrado em uma das conversas gravadas pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, relatando que Michel Temer pediu que atuasse para retirar a ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pouco após o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff; "A Dilma caiu, a ação continuou, e ele quer que eu retire a ação. Cara, só que, se eu retirar, e não estou nem aí, eu não vou perder nada, o Janot [procurador-geral da República] assume, o Ministério Público assume essa merda", diz Aécio; julgamento do caso pelo TSE está marcado para acontecer entre os dias 6 e 8 de junho

aecio neves
michel temer
aecio neves michel temer (Foto: Paulo Emílio)

Minas 247 - O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) foi flagrado em uma das conversas gravadas pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, relatando que Michel Temer pediu que atuasse para retirar a ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pouco após o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff. "A Dilma caiu, a ação continuou, e ele quer que eu retire a ação. Cara, só que, se eu retirar, e não estou nem aí, eu não vou perder nada, o Janot [procurador-geral da República] assume, o Ministério Público assume essa merda", diz Aécio na gravação.

A conversa entre Aécio e Joesley Batista está contida no pedido de inquérito feito pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que sejam abertas investigações contra Temer, Aécio e o deputado federal afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

A conversa foi gravada durante um encontro do empresário com o tucano no hotel Unique, em São Paulo, no início de março deste ano. Ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer foi impetrada pelo PSDB – que atualmente detém quatro ministérios no governo Temer – em dezembro de 2014, apenas dois meses após Aécio ser derrotado nas eleições presidenciais daquele ano. O julgamento do caso está marcado para acontecer entre os dias 6 e 8 de junho.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247