Aécio lança João Leite pré-candidato a prefeito de BH

De acordo com o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, membros da sua legenda têm dialogado "nos últimos meses com várias forças políticas"; "E a partir dessas conversas, em especial conversas com as bases do PSDB, em Belo Horizonte, estamos hoje com muita alegria apresentando como pré-candidato do PSDB à prefeitura de Belo Horizonte o nome do deputado João Leite"; Aécio disse não ver estremecimento na relação com o prefeito Marcio Lacerda (PSB) e também demonstrou tranquilidade quanto a um eventual desgaste na campanha por conta das citações a oposicionistas ao PT em nível nacional durante a Operação Lava Jato; sobre denúncias contra o ex-presidente do PSDB-MG Narcio Rodrigues, o tucano afirmou acreditar que seu correligionário conseguirá provar a inocência

De acordo com o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, membros da sua legenda têm dialogado "nos últimos meses com várias forças políticas"; "E a partir dessas conversas, em especial conversas com as bases do PSDB, em Belo Horizonte, estamos hoje com muita alegria apresentando como pré-candidato do PSDB à prefeitura de Belo Horizonte o nome do deputado João Leite"; Aécio disse não ver estremecimento na relação com o prefeito Marcio Lacerda (PSB) e também demonstrou tranquilidade quanto a um eventual desgaste na campanha por conta das citações a oposicionistas ao PT em nível nacional durante a Operação Lava Jato; sobre denúncias contra o ex-presidente do PSDB-MG Narcio Rodrigues, o tucano afirmou acreditar que seu correligionário conseguirá provar a inocência
De acordo com o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, membros da sua legenda têm dialogado "nos últimos meses com várias forças políticas"; "E a partir dessas conversas, em especial conversas com as bases do PSDB, em Belo Horizonte, estamos hoje com muita alegria apresentando como pré-candidato do PSDB à prefeitura de Belo Horizonte o nome do deputado João Leite"; Aécio disse não ver estremecimento na relação com o prefeito Marcio Lacerda (PSB) e também demonstrou tranquilidade quanto a um eventual desgaste na campanha por conta das citações a oposicionistas ao PT em nível nacional durante a Operação Lava Jato; sobre denúncias contra o ex-presidente do PSDB-MG Narcio Rodrigues, o tucano afirmou acreditar que seu correligionário conseguirá provar a inocência (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), lançou o deputado estadual João Leite como pré-candidato do partido a prefeito de Belo Horizonte. O ex-governador de Minas disse que membros da sua legenda têm tido "conversas ao longo dos últimos meses com várias forças políticas".

"E a partir dessas conversas, em especial conversas com as bases do PSDB, em Belo Horizonte, estamos hoje com muita alegria apresentando como pré-candidato do PSDB à prefeitura de Belo Horizonte o nome do deputado João Leite", afirmou Aécio.

De acordo com o tucano, João Leite é "um dos mais qualificados parlamentares da sua geração, conhecedor profundo da realidade de Belo Horizonte e de Minas Gerais, com uma capacidade de interlocução enorme, com outras forças políticas e também uma belíssima experiência de gestão pública que teve ao nosso lado no governo de Minas".

"Não tenho dúvidas que João Leite se apresenta como candidato em condições não apenas de vencer as eleições e avançar nas conquistas da atual administração. Mais do que isso. Ele tem condições de fazer um governo de conciliação. Um governo que a partir de um grande entendimento permita Belo Horizonte enfrentar as suas gravíssimas dificuldades na saúde, na questão de mobilidade, na educação, na segurança pública", afirmou Aécio.

Relação com Marcio Lacerda

O senador disse não ver problemas na sua relação com o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), apoiado pelo PSDB. "Tenho uma relação pessoal extremamente positiva e próxima com o prefeito Marcio Lacerda a quem eu respeito pessoalmente, não fosse assim não o teríamos apoiado nas últimas duas eleições", disse Aécio.

"Conversamos até aqui buscando esse entendimento, mas o prefeito, e é direito dele, parece ter tomado outra posição em favor de uma candidatura do seu partido, o que nós respeitamos. Eu respeito acima de tudo a nossa aliança, os nosso companheiros que conosco vieram até aqui", complementou.

Citações na Operação Lava Jato

Citado por delatores da Operação Lava Jato, dentre eles Alberto Youssef, o senador demonstrou não estar pessimista com um possível desgaste na campanha de João Leite por conta da operação, que também atingiu oposicionistas ao PT em nível nacional. Em referência a si próprio, Aécio afirmou que será até "surpreendente que não houvesse lembranças ao nome do principal líder da oposição", do presidente do maior partido da oposição".

"Mas a questão que eu acho que deve chamar a atenção de todos nós é que essas citações não vêm de aliados, não vêm de comparsas do crime, como acontece com o PT. Vêm exatamente de adversários nossos. Aqueles que se ocuparam do Estado nacional, que assaltaram o país e que, felizmente, hoje, estão sendo objeto de investigações e de condenações", acrescentou.

Denúncia contra ex-presidente do PSDB-MG

Questionado sobre como avalia as investigações contra o ex-deputado e ex-presidente do PSDB-MG, Narcio Rodrigues, Aécio disse que "foi uma surpresa" para os membros do partido. "Já tive oportunidade de falar sobre isso, e confiamos que ele possa, na Justiça, mostrar a sua inocência. A nossa expectativa e que nos esperamos que possa acontecer. Agora, cabe à Justiça avaliar e julgar", acrescentou.

A Justiça de Minas recebeu a denúncia contra Rodrigues, ex-secretário de Ciência e Tecnologia do governo Antônio Anastasia, e outras 14 pessoas. Eles responderão pelos crimes de organização criminosa, fraude em licitação, obtenção de vantagem indevida, lavagem de dinheiro, peculato e obstrução da investigação na Operação Aequalis.

A operação investiga o desvio de verba pública que deveria ser destinada à Fundação Hidroex, vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, entre 2012 e 2014, pasta de Rodrigues comandou entre 2010 e 2014. A fundação desenvolvia, em Frutal, no Triângulo Mineiro, um centro de pesquisas de recursos hídricos.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247