Aécio quer importar guru de Obama para eleição em 2014

David Axelrod, que foi conselheiro das campanhas políticas de Barack Obama, já foi consultado por interlocutores do PSDB para atuar no Brasil, em 2014; ex-presidente FHC diz que lema do senador Aécio Neves não será o "Yes, we can" (Sim, nós podemos), usado por Obama em 2008, na sua primeira vitória, mas algo como "Yes, we care" (Sim, nós nos importamos); meta dos tucanos agora é começar a "tomar banho de povo"

Aécio quer importar guru de Obama para eleição em 2014
Aécio quer importar guru de Obama para eleição em 2014
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ao contrário dos que apontam sua hesitação, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) parece determinado em criar uma candidatura competitiva de oposição em 2014. Depois de superar obstáculos internos, no PSDB, e remover barreiras (leia-se José Serra) para se eleger presidente nacional do partido, que lhe dará mobilidade nacional, sem a acusação de fazer propaganda eleitoral antecipada, ele vai, aos poucos, formatando sua equipe de campanha.

O marqueteiro, já definido, é Renato Pereira, que atuou nas campanhas de Sergio Cabral, no Rio de Janeiro, e na Venezuela, com Henrique Capriles. A novidade, agora, é a sondagem feita por Pereira a David Axelrod, nos Estados Unidos. O ex-funcionário da Casa Branca foi um dos estrategistas de Barack Obama em suas duas vitórias, em 2008 e 2012.

Foi Axelrod, por exemplo, quem ajudou a criar o lema "Yes, we can" (Sim, nós podemos), que varreu os Estados Unidos na disputa de 2008. Guru de Aécio, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tem dito que os tucanos precisam criar algo como "Yes, we can" (Sim, nós nos importamos), para sinalizar que o PSDB também teria preocupação social. A meta, segundo FHC, é "tomar banho de povo".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email