Aécio reabre conversas para ter Meirelles na vice

Apesar das recentes declarações do ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, de que chapa nacional com tucanos é impossível, colunista Ilimar Franco, de O Globo, crava: “PSDB reabriu conversas com o PSD pela indicação de Henrique Meirelles a vice de Aécio Neves”; governador Geraldo Alckmin (PSDB) estaria comandando a negociação com Kassab, cotado para ser seu vice na chapa pela reeleição em São Paulo; a articulação também conta com o reforço do governador de Goiás, Marconi Perillo

Aécio reabre conversas para ter Meirelles na vice
Aécio reabre conversas para ter Meirelles na vice

247 – Geraldo Alckmin (PSDB) deve oficializar em breve o nome de Gilberto Kassab (PSD) para assumir a vaga de vice em sua chapa pela reeleição em São Paulo. O PSB, de Eduardo Campos, tem reivindicado a indicação, mas tucanos temem interferências de Marina Silva na campanha e oferecem, em contrapartida, disputa pelo Senado.

Para Kassab, a aliança com tucanos para por ai. Ele negou especulações de que o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles ainda pode se tornar candidato a vice do pré-candidato do PSDB, Aécio Neves. "É impossível", crava Kassab. "Só de admitir essa possibilidade já fica chato, porque ela realmente não existe". Partido promete apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

No entanto, o colunista Ilimar Franco afirma em sua coluna desta quinta-feira (5) que o PSDB reabriu conversas com o PSD pela indicação do ex-presidente do Banco Central a vice de Aécio. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) estaria comandando a negociação com Kassab, cotado para ser seu vice na chapa pela reeleição em São Paulo.

O governador de Goiás, Marconi Perillo, também articula pela indicação do nome de Meirelles. O objetivo do tucano é ter um goiano na vice do presidenciável mineiro, que poderia ainda ser o deputado federal Ronaldo Caiado (DEM).

“Henrique Meirelles é o fenômeno que, na presidência do Banco Central, realinhou e estabilizou a política econômica do País, no governo do presidente Lula. É um notável respeitado pelo FMI e reconhecidamente admirado pelos banqueiros que gerem o mercado de capital, em todas as nações do primeiro mundo. Henrique Meirelles daria dimensão internacional à chapa de Aécio Neves”, diz Perillo.


Sobre Caiado, cujo desejo é disputar uma vaga ao Senado em chapa com Perillo, o governador de Goiás afirma que o democrata é "um renome que daria envergadura nacional, como candidato a vice de Aécio Neves. Ele é o expoente mais autêntico na firmeza dos combates e na retidão das ideias, no cenário atual das oposições ao governo federal. Ronaldo é coerente na ética dos princípios republicanos e valoroso na vigília do patrimônio pátrio. Sua postura de estadista tem lastro no conceito dos verdadeiros idealistas do povo brasileiro.”

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247