Aécio sobe o tom: “É uma vergonha não investigar”

Ao prestigiar chapa das oposições na Bahia, presidenciável tucano reafirma estratégia de concentrar forças na aprovação de uma CPI exclusiva sobre a Petrobras; "É uma vergonha o que está acontecendo no País, não há outra palavra", disse; Aécio Neves lidera nova romaria de políticos ao Supremo, amanhã, para convencer ministra Rosa Webber a aceitar mandado de segurança por CPI exclusiva; regionalmente, tucano está otimista com candidatura na Bahia de ex-governador Paulo Souto, com apoio de prefeito ACM Neto e ex-ministro Geddel Vieira Lima; "Foi a melhor construção política feita até agora nestas eleições"

Senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB discursa no lançamento das pré-candidaturas da chapa de oposição na Bahia. Ao seu lado, Paulo Souto, ACM Neto e Geddel Vieira Lima. Salvador, 14/04/2014 – Foto Orlando Brito
Senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB discursa no lançamento das pré-candidaturas da chapa de oposição na Bahia. Ao seu lado, Paulo Souto, ACM Neto e Geddel Vieira Lima. Salvador, 14/04/2014 – Foto Orlando Brito (Foto: Ana Pupulin)

247 – Otimista regionalmente, preocupado nacionalmente. Assim está o presidenciável Aécio Neves, que passou pela Bahia para prestigiar o pré-candidato Paulo Souto (DEM). Satisfeito com o que chamou de "melhor construção política feita até agora nestas eleições", que uniu o prefeito ACM Neto e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), Aécio se mostrou preocupado com o voto da ministra Rosa Weber, do STF, sobre seu pedido de instalação de uma CPI da Petrobras.

- É uma vergonha o que está acontecendo neste país, não há outra palavra, disse Aécio, em entrevista, visivelmente aumentando o tom das críticas à ação dos governistas para impedir o início de uma investigação parlamentar exclusiva sobre a estatal.

Aécio vai liderar, na terça-feira 15, em Brasília, nova romaria de políticos ao STF. Desta vez, o tucano e integrantes da oposição irão se reunir com a ministra Rosa Webber para tentar convencê-la a aprovar mandado de segurança a favor da instalação da CPI exclusiva no Senado – e não abrangente a contratos de trens, metrô e o porto de Suape, em Pernambuco.

Em Salvador, o presidenciável tucano mostrou grande satisfação pela composição partidária em torno de Paulo Souto:

- Essa até agora foi a mais bem-sucedida construção política feita para essas eleições, porque não apenas incorpora os partidos de oposição, com um extraordinário nome na cabeça de chapa, do ex-governador Paulo Souto, como agrega também setores que hoje estão assistindo à falência desse governo do PT, no caso o PMDB, de Geddel Vieira Lima.

Aécio acha que o modelo com a participação do PMDB e do DEM ao lado dos tucanos nas disputas estaduais pode prosperar:

- Essa aliança na Bahia inspirará outros Estados brasileiros a virem na mesma direção, a oposição somando-se a descontentes, aqueles que veem o mal que o governo do PT vem fazendo ao Brasil.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247