Aécio viaja na maionese e quer se lançar candidato a eleição que não existirá

O anúncio foi feito pelo deputado Marcos Pestana (PSDB-MG), que disse que o senador mineiro Aécio Neves (PSDB-MG) está pronto para disputar eleições presidenciais neste ano, ou seja, três anos antes da data prevista; Pestana afirma que, se houver eleições antecipadas (o que não haverá), Aécio será candidato; "Essa alternativa casa com a motivação de Aécio e é inegável que o favorece", disse Pestana; "Mas não é porque o favorece que nós construímos essa tese"

O anúncio foi feito pelo deputado Marcos Pestana (PSDB-MG), que disse que o senador mineiro Aécio Neves (PSDB-MG) está pronto para disputar eleições presidenciais neste ano, ou seja, três anos antes da data prevista; Pestana afirma que, se houver eleições antecipadas (o que não haverá), Aécio será candidato; "Essa alternativa casa com a motivação de Aécio e é inegável que o favorece", disse Pestana; "Mas não é porque o favorece que nós construímos essa tese"
O anúncio foi feito pelo deputado Marcos Pestana (PSDB-MG), que disse que o senador mineiro Aécio Neves (PSDB-MG) está pronto para disputar eleições presidenciais neste ano, ou seja, três anos antes da data prevista; Pestana afirma que, se houver eleições antecipadas (o que não haverá), Aécio será candidato; "Essa alternativa casa com a motivação de Aécio e é inegável que o favorece", disse Pestana; "Mas não é porque o favorece que nós construímos essa tese" (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 – Derrotado na disputa presidencial de 2014, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) quer ser candidato ao Palácio do Planalto em 2015.

O anúncio foi feito pelo deputado Marcus Pestana (PSDB-MG), um de seus principais aliados, que defende eleições antecipadas como remédio contra a crise política.

"Essa alternativa casa com a motivação de Aécio e é inegável que o favorece", disse Pestana, em entrevista ao jornal Valor Econômico. "Mas não é porque o favorece que nós construímos essa tese".

Segundo Pestana, tanto a presidente Dilma Rousseff como o vice Michel Temer deveriam ser cassados pelo Tribunal Superior Eleitoral por abuso de poder econômico, obrigando o presidente

O problema é que a tese aecista não interessa a ninguém, a não ser ao grupo aecista. Em editorial recente, a Folha de S. Paulo afirmou que a democracia não pode ser vergada em favor de interesses pessoais.


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email