Agência de mensagens pelo Whatsapp fez ataques a Skaf a mando de Doria

Empresa que fez disparos para a campanha de Doria também teria promovido ataques contra seu principal adversário no primeiro turno, Paulo Skaf (MDB); a propagação de conteúdo negativo a candidatos é uma prática ilegal

Agência de mensagens pelo Whatsapp fez ataques a Skaf a mando de Doria
Agência de mensagens pelo Whatsapp fez ataques a Skaf a mando de Doria (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

A agência de publicidade Yacows, investigada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pelo envio de mensagens para o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) contra seu adversário Fernando Haddad (PT), também teria disparado mensagens de WhatsApp com conteúdo de campanha do candidato ao governo do estado, João Doria (PSDB), e com ataques ao seu principal adversário no primeiro turno das eleições, o então candidato Paulo Skaf (MDB). A propagação de conteúdo negativo a candidatos é uma prática ilegal.

"Os candidatos não podem usar bancos de dados de terceiros. Eles só podem usar bases de dados que tenham sido coletadas por eles. Além disso, todos os usuários precisam ter dado os seus consentimentos para receber mensagens com esse tipo de conteúdo e precisam estar informados e cientes de qual é a finalidade da coleta desses dados", explica um especialista em segurança digital ouvido pela reportagem do UOL.

Antes da publicação da reportagem, a assessoria de imprensa da campanha não quis responder se tinha algum vínculo com a agência, mas depois decidiu se pronunciar.

"Mais uma fake news. É impressionante a produção de fake news pelo meu adversário. Nós não fizemos isso, nós já falamos isso. Absolutamente falsa. Não temos necessidade de fazer qualquer acusação", responderam, em nota.

Leia a reportagem completa aqui.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247