'Agressividade de Aécio afasta aliança com Marina'

João Paulo Capobianco, considerado como braço direito da ex-senadora Marina Silva, vê ameaçado o projeto do PSB de se aliar ao PSDB em eventual segundo turno: “Analisando o cenário hoje em relação ao PSDB, é muito mais provável que não haja uma aliança entre nós e os tucanos no segundo turno. Até porque o grau de agressividade com que o Aécio está partindo para cima da Marina superou todas as nossas expectativas. Os ataques têm sido mais agressivos até mesmo que os da campanha da presidente Dilma”

João Paulo Capobianco, considerado como braço direito da ex-senadora Marina Silva, vê ameaçado o projeto do PSB de se aliar ao PSDB em eventual segundo turno: “Analisando o cenário hoje em relação ao PSDB, é muito mais provável que não haja uma aliança entre nós e os tucanos no segundo turno. Até porque o grau de agressividade com que o Aécio está partindo para cima da Marina superou todas as nossas expectativas. Os ataques têm sido mais agressivos até mesmo que os da campanha da presidente Dilma”
João Paulo Capobianco, considerado como braço direito da ex-senadora Marina Silva, vê ameaçado o projeto do PSB de se aliar ao PSDB em eventual segundo turno: “Analisando o cenário hoje em relação ao PSDB, é muito mais provável que não haja uma aliança entre nós e os tucanos no segundo turno. Até porque o grau de agressividade com que o Aécio está partindo para cima da Marina superou todas as nossas expectativas. Os ataques têm sido mais agressivos até mesmo que os da campanha da presidente Dilma” (Foto: Roberta Namour)

247 - Considerado como braço direito da ex-senadora Marina Silva, João Paulo Capobianco vê ameaçado o projeto do PSB se aliar PSDB em eventual segundo turno.

“Analisando o cenário hoje em relação ao PSDB, é muito mais provável que não haja uma aliança entre nós e os tucanos no segundo turno. Até porque o grau de agressividade com que o Aécio está partindo para cima da Marina superou todas as nossas expectativas. Os ataques têm sido mais agressivos até mesmo que os da campanha da presidente Dilma”, disse ao Poder Online.

Questionado sobre as acusações de plagio contra o programa de governo de Marina, ele descarta qualquer tipo de “abalo”. “O que está reproduzido ali não é um programa do PSDB. É uma política pública, que em algum momento foi proposta para o país. Agora, eu nunca imaginei que o PSDB fosse tentar reivindicar direitos autoriais sobre políticas públicas. O fato é que quem não apresentou programa de governo tenta desqualificar quem apresentou”, disse.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247