Alagoas é segundo no ranking nacional de contratações em novembro

De acordo com os dados do Observatório do Trabalho, da Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego, Alagoas foi o segundo Estado brasileiro que mais contratou no mês de novembro. Foram 8.560 contratações contra 8.276 demissões, com um saldo positivo de 284 empregos formais. Os setores que mais se destacaram nas contratações foram a indústria de transformação e o comércio      

De acordo com os dados do Observatório do Trabalho, da Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego, Alagoas foi o segundo Estado brasileiro que mais contratou no mês de novembro. Foram 8.560 contratações contra 8.276 demissões, com um saldo positivo de 284 empregos formais. Os setores que mais se destacaram nas contratações foram a indústria de transformação e o comércio
 
 
 
De acordo com os dados do Observatório do Trabalho, da Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego, Alagoas foi o segundo Estado brasileiro que mais contratou no mês de novembro. Foram 8.560 contratações contra 8.276 demissões, com um saldo positivo de 284 empregos formais. Os setores que mais se destacaram nas contratações foram a indústria de transformação e o comércio       (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Segundo os dados divulgados pelo Observatório do Trabalho, ligado à Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego (Sete) baseados nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Alagoas foi o segundo Estado brasileiro que mais contratou no mês de novembro, com um saldo positivo de 284 empregos formais.

Foram 8.560 contratações contra 8.276 demissões. Os setores que mais se destacaram nas contratações foram a indústria de transformação, com saldo de 660 empregos formais e o comércio, com 493. Este reflexo é decorrente do impacto da alta do cultivo de cana-de-açúcar e do período do Natal no Estado.

No ranking nacional, Alagoas ficou atrás apenas do Estado do Rio Grande do Sul, que obteve um saldo positivo de 1.191 empregos formais.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email