Alckmin: Congresso saberá interpretar o sentimento de mudança

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que o PT "jogou o país no abismo" e que o "Brasil precisa mais do que nunca virar essa triste página de sua história"; em vídeo divulgado nas redes sociais no início da noite desta quinta-feira (17), o governador paulista disse que "a intolerância e a incitação à violência não são marcas do povo brasileiro, mas sim desse grupo que jogou país no abismo"

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que o PT "jogou o país no abismo" e que o "Brasil precisa mais do que nunca virar essa triste página de sua história"; em vídeo divulgado nas redes sociais no início da noite desta quinta-feira (17), o governador paulista disse que "a intolerância e a incitação à violência não são marcas do povo brasileiro, mas sim desse grupo que jogou país no abismo"
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que o PT "jogou o país no abismo" e que o "Brasil precisa mais do que nunca virar essa triste página de sua história"; em vídeo divulgado nas redes sociais no início da noite desta quinta-feira (17), o governador paulista disse que "a intolerância e a incitação à violência não são marcas do povo brasileiro, mas sim desse grupo que jogou país no abismo" (Foto: Valter Lima)

247 - O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou que o PT "jogou o país no abismo" e que o "Brasil precisa mais do que nunca virar essa triste página de sua história".

Em vídeo divulgado nas redes sociais no início da noite desta quinta-feira (17), o governador paulista disse que "a intolerância e a incitação à violência não são marcas do povo brasileiro, mas sim desse grupo que jogou país no abismo".

Alckmin conclamou o impeachment da presidente Dilma Rousseff ao afirmar que "os fatos mais recentes aprofundaram a crise no país e estão revoltando milhões de brasileiros" e que "o Congresso Nacional saberá interpretar esse sentimento nacional de mudança".

Afirmando que "a paz é uma conquista da democracia", o governador afirmou que é preciso mostrar a indignação de forma pacífica e sem violência e com serenidade para superar a crise e iniciar um novo tempo no país".

"O Brasil precisa mais do que nunca virar essa triste página de sua história. Retomar a esperança no desenvolvimento, na ética, na prosperidade", completou. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247