Alckmin convida PSB contra isolamento em SP

Sem o tempo de televisão do PSD, quarta maior bancada federal, após a nomeação de seu vice Guilherme Afif Domingos para ministro de Dilma, tucano precisa do partido de Eduardo Campos para buscar reeleição em 2014, que obteve a quarta maior votação no Estado de São Paulo em 2012

Alckmin convida PSB contra isolamento em SP
Alckmin convida PSB contra isolamento em SP

247 – Após perder o apoio do PSD com a nomeação de ministro de seu vice Guilherme Afif Domingos, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), busca novos aliados para fugir do isolamento em São Paulo. O tucano convidou o PSB para assumir o cargo de vice em sua chapa que disputará a reeleição em 2014.

O convite teria sido feito há duas semanas, quando reuniu dirigentes, prefeitos, deputados federais e estaduais do PSB na sede do governo paulista.

Os partidos já demonstraram interesse em caminhar juntos também em âmbito nacional. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), no Estado indicam união de forças para levar a disputa presidencial de 2014 contra Dilma Rousseff para segundo turno.

A entrada do PSD para o governo petista foi um golpe para o projeto eleitoral de Alckmin. Com a quarta maior bancada federal, o partido teve na eleição de 2012 o quarto maior tempo de televisão.

Hoje, PT tem o PSD e o PMDB garantidos no segundo turno. Se a aliança se confirmar logo no primeiro turno, garantirão o maior tempo de propaganda eleitoral na televisão. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ambiciona ainda conquistar o PTB, que apoia Alckmin, e o PRB, que obteve votação expressiva na capital paulista em 2012.

Resta a Alckmin colar no PSB de Eduardo Campos, que obteve a quarta maior votação no Estado de São Paulo em 2012 e conquistou um número maior de prefeituras em relação a 2008 e passou de 26 para 30 cidades em 2012, entre elas Campinas, maior município do interior paulista.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247