Alckmin cortou R$ 44,1 mi de Etecs e Fatecs em 2015

Governador de São Paulo cortou 36,5% dos investimentos do Programa Estadual de Educação profissional e Tecnológica em 2015; de acordo com dados da Secretaria da fazenda do Estado de São Paulo, o Centro Paula Souza - que administra 219 Escolas Técnicas Estaduais e 66 Faculdades Tecnológicas - recebeu R$ 44,1 milhões a menos que no exercício anterior; neste ano, entre janeiro e abril, repasses foram de apenas R$ 1,3 milhão; redução das verbas é um dos principais motivos das manifestações de estudantes que ocupam escolas desde a semana passada

Governador de São Paulo cortou 36,5% dos investimentos do Programa Estadual de Educação profissional e Tecnológica em 2015; de acordo com dados da Secretaria da fazenda do Estado de São Paulo, o Centro Paula Souza - que administra 219 Escolas Técnicas Estaduais e 66 Faculdades Tecnológicas - recebeu R$ 44,1 milhões a menos que no exercício anterior; neste ano, entre janeiro e abril, repasses foram de apenas R$ 1,3 milhão; redução das verbas é um dos principais motivos das manifestações de estudantes que ocupam escolas desde a semana passada
Governador de São Paulo cortou 36,5% dos investimentos do Programa Estadual de Educação profissional e Tecnológica em 2015; de acordo com dados da Secretaria da fazenda do Estado de São Paulo, o Centro Paula Souza - que administra 219 Escolas Técnicas Estaduais e 66 Faculdades Tecnológicas - recebeu R$ 44,1 milhões a menos que no exercício anterior; neste ano, entre janeiro e abril, repasses foram de apenas R$ 1,3 milhão; redução das verbas é um dos principais motivos das manifestações de estudantes que ocupam escolas desde a semana passada (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo Geraldo Alckmin (PSDB) cortou 36,5% dos investimentos do Programa Estadual de Educação profissional e Tecnológica em 2015.

De acordo com dados da Secretaria da fazenda do Estado de São Paulo, o Centro Paula Souza recebeu R$ 44,1 milhões a menos que no exercício anterior para serem aplicados em obras, compra de equipamentos, aquisição de material educativo e instalações nas Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e Faculdades Tecnológicas (Fatecs).

A redução das verbas é um dos principais motivos alegados pelos estudantes que ocupam o Centro Paula Souza e outras quatro autarquias desde a semana passada. Outras queixas são a falta de merenda e as denúncias de desvios em contratos de fornecimento da alimentação dos alunos.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, ao longo de 2015 foram investidos R$ 77,3 milhões, contra 121,4 milhões no exercício anterior. A queda afetou significativamente as 219 Etecs e 66 Fatecs administradas pelo Centro Paula Souza. Somente em obras e instalações os repasses passaram de R$ 70,2 milhões para R$ 51,8milhões. A compra de itens como material educativo e itens de informática encolheu de R$ 50,8 milhões para R$ 25,5 milhões

Neste ano, até o momento, a queda tem sido ainda maior. Entre janeiro e abril foram investidos apenas R$ 1,3 milhão. Deste total, R$ 256 mil foram destinados a melhorias em instalações e na execução de obras e o para a compra de equipamentos.

Por meio de nota, o Centro Paula Souza informou que a prioridade atual é "a melhoria da estrutura das existentes". Apesar disto, neste ano deverão ser entregues 4 Etecs e 1 Fatec.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email