Alckmin diz que cartel de trens era ‘feito fora do governo’

Governador de São Paulo comenta denúncia da Procuradoria contra nove pessoas envolvidas em conluio em contrato da CPTM no ano 2000, e que deixou os políticos de fora; "É bom destacar que cartel é feito fora do governo", disse Geraldo Alckmin (PSDB); ele também defendeu 'punição exemplar' aos envolvidos e destacou que os episódios ocorreram há quase 15 anos

Governador de São Paulo comenta denúncia da Procuradoria contra nove pessoas envolvidas em conluio em contrato da CPTM no ano 2000, e que deixou os políticos de fora; "É bom destacar que cartel é feito fora do governo", disse Geraldo Alckmin (PSDB); ele também defendeu 'punição exemplar' aos envolvidos e destacou que os episódios ocorreram há quase 15 anos
Governador de São Paulo comenta denúncia da Procuradoria contra nove pessoas envolvidas em conluio em contrato da CPTM no ano 2000, e que deixou os políticos de fora; "É bom destacar que cartel é feito fora do governo", disse Geraldo Alckmin (PSDB); ele também defendeu 'punição exemplar' aos envolvidos e destacou que os episódios ocorreram há quase 15 anos (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), comentou nesta segunda-feira 13 a denúncia feita pela Procuradoria da República contra nove pessoas envolvidas em conluio em contrato da CPTM no ano 2000, e que deixou os políticos de fora.

"É bom destacar que cartel é feito fora do governo", disse Alckmin. "Você tem setores de pouca concorrência que não têm tantas empresas. O governo abre licitações e as nossas licitações são inclusive internacionais. Tem empresa do mundo inteiro", acrescentou.

Ele também defendeu "punição exemplar" aos envolvidos e destacou que os episódios ocorreram há quase 15 anos. "A punição tem que ser exemplar. Somos totalmente favoráveis à investigação. Se tiver qualquer envolvimento de agente público, ele responderá por isso. E o setor privado também", declarou.

Os acusados são seis executivos de multinacionais, dois ex-diretores da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e um intermediário, que foram denunciados por lavagem de dinheiro oriundo de corrupção. Leia mais aqui

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247