Alckmin usa greve de metroviários para defender privatizações

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), usou a teve dos metroviários da capital para defender a privatização das linhas 5-lilás e 17-ouro (monotrilho) do metrô; segundo Alckmin, a linha-4 amarela é a única que está funcionando plenamente, o que reforçaria o fato do governo estar correto quanto às concessões à iniciativa privada; "Nos reforça a convicção de que está correta a concessão da linha 5 e da linha 17. Veja que neste momento a única linha operando totalmente é aquela operada pela iniciativa privada, que é a linha 4", afirmo

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), usou a teve dos metroviários da capital para defender a privatização das linhas 5-lilás e 17-ouro (monotrilho) do metrô; segundo Alckmin, a linha-4 amarela é a única que está funcionando plenamente, o que reforçaria o fato do governo estar correto quanto às concessões à iniciativa privada; "Nos reforça a convicção de que está correta a concessão da linha 5 e da linha 17. Veja que neste momento a única linha operando totalmente é aquela operada pela iniciativa privada, que é a linha 4", afirmo
Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), usou a teve dos metroviários da capital para defender a privatização das linhas 5-lilás e 17-ouro (monotrilho) do metrô; segundo Alckmin, a linha-4 amarela é a única que está funcionando plenamente, o que reforçaria o fato do governo estar correto quanto às concessões à iniciativa privada; "Nos reforça a convicção de que está correta a concessão da linha 5 e da linha 17. Veja que neste momento a única linha operando totalmente é aquela operada pela iniciativa privada, que é a linha 4", afirmo (Foto: Paulo Emílio)

São Paulo 247 - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), usou a teve dos metroviários da capital para defender a privatização das linhas 5-lilás e 17-ouro (monotrilho) do metrô. Segundo Alckmin, a linha-4 amarela é a única que está funcionando plenamente, o que reforçaria o fato do governo estar correto quanto às concessões à iniciativa privada.

"Nos reforça a convicção de que está correta a concessão da linha 5 e da linha 17. Veja que neste momento a única linha operando totalmente é aquela operada pela iniciativa privada, que é a linha 4", afirmou Alckmin por meio de um vídeo publicado nas redes sociais.

Ele também disse que a greve dos metroviários é um "absurdo". "Esta absurda greve por parte dos metroviários, que não respeita decisão judicial, que garantiu 80% de funcionamento em horário de pico", afirmou. "Não vamos retroagir e queremos ampliar o serviço de metrô e trem em São Paulo e com melhor qualidade de serviços", completou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247