Aldo lamenta protesto com caxirola na Fonte Nova

Ministro do Esporte ficou preocupado com reação dos torcedores do Bahia, que atiraram o instrumento no gramado para protestar contra a derrota do time para o rival Vitória por 2 a 1 na Arena Fonte Nova; "Não é boa notícia"; Aldo Rebelo se antecipou em dizer que a atitude dos baianos não servirá como exemplo na Copa; "Não necessariamente vai acontecer algo semelhante se o Brasil estiver perdendo uma partida na Copa"; cerca de 30 mil caxirolas foram distribuídas de graça aos torcedores

Aldo lamenta protesto com caxirola na Fonte Nova
Aldo lamenta protesto com caxirola na Fonte Nova

Bahia 247

Já chamada de 'vuvuzela brasileira', a caxirola, instrumento oficial para a Copa do Mundo 2014 criado pelo músico Carlinhos Brown, estreou sem muito brilho neste domingo no clássico Ba-Vi na Arena Fonte Nova.

Revoltados com uma das piores fases do clube, torcedores do Bahia atiraram os instrumentos no gramado como forma de protesto ao mau desempenho em campo que culminou na vitória por 2 a 1 para o rubro-negro. As caxirolas foram distribuídas de graça no jogo de ontem.

A notícia chegou ao ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que participa do 12º Fórum de Comandatuba, um dos principais encontros empresariais do Brasil, no resort Transamérica Ilha de Comandatuba, em Una, no litoral sul da Bahia.

Ao ser informado sobre o ocorrido com o instrumento, que recebeu as chancelas do ministério e da Fifa para ser produto oficial da Copa, ele ficou sem reação, segundo matéria da Agência Estado.

Depois de alguns segundos pensativo, Aldo Rebelo limitou-se a dizer: "Não é boa notícia". Na sequência, ele tentou minimizar o fato. O ministro se antecipou em dizer que a atitude dos torcedores do Bahia não servirá como exemplo na Copa. "Não necessariamente vai acontecer algo semelhante se o Brasil estiver perdendo uma partida na Copa".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247