Aldo rebate Ronaldo: "ele chutou contra o gol"

Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, retrucou as declarações do ex-jogador Ronaldo, que se disse envergonhado pelos atrasos nas obras para a Copa do Mundo de 2014; "Esse grande evento não será motivo de constrangimento para o país que construiu a sétima economia do mundo e é o maior vencedor de todos os Mundiais. Estou seguro de que não só o Ronaldo, mas todos os brasileiros e turistas estrangeiros que vierem nos visitar terão orgulho, e não vergonha", disse o ministro; "sentir vergonha do País não faz parte da solução"

Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, retrucou as declarações do ex-jogador Ronaldo, que se disse envergonhado pelos atrasos nas obras para a Copa do Mundo de 2014; "Esse grande evento não será motivo de constrangimento para o país que construiu a sétima economia do mundo e é o maior vencedor de todos os Mundiais. Estou seguro de que não só o Ronaldo, mas todos os brasileiros e turistas estrangeiros que vierem nos visitar terão orgulho, e não vergonha", disse o ministro; "sentir vergonha do País não faz parte da solução"
Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, retrucou as declarações do ex-jogador Ronaldo, que se disse envergonhado pelos atrasos nas obras para a Copa do Mundo de 2014; "Esse grande evento não será motivo de constrangimento para o país que construiu a sétima economia do mundo e é o maior vencedor de todos os Mundiais. Estou seguro de que não só o Ronaldo, mas todos os brasileiros e turistas estrangeiros que vierem nos visitar terão orgulho, e não vergonha", disse o ministro; "sentir vergonha do País não faz parte da solução" (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, rebateu as declarações do ex-jogador Ronaldo que, em entrevista, disse sentir vergonha dos atrasos nas obras relativas a Copa do Mundo 2014, que será realizada em junho, no Brasil. Para o ministro, Ronaldo fez "um chute contra o próprio gol, já que ele foi parte do grande esforço para construir a Copa do Mundo"; Rebelo disse, ainda, que o Mundial não será motivo de constrangimento para o país; Estou seguro de que não só o Ronaldo, mas todos os brasileiros e turistas estrangeiros que vierem nos visitar terão orgulho, e não vergonha", disse. 

Confira abaixo a entrevista de Aldo rebelo ao Portal da Copa e clique aqui para ver a matéria com as declarações de Ronaldo. 

Como o senhor viu a recente declaração do craque Ronaldo?

A frase dita pelo Ronaldo, tomada de forma isolada, é um chute contra o próprio gol, já que ele foi parte do grande esforço para construir a Copa do Mundo. Esse grande evento não será motivo de constrangimento para o país que construiu a sétima economia do mundo e é o maior vencedor de todos os Mundiais. Estou seguro de que não só o Ronaldo, mas todos os brasileiros e turistas estrangeiros que vierem nos visitar terão orgulho, e não vergonha.

PUBLICIDADE

O governo está fazendo sua parte?

Nós aproveitamos a Copa para enfrentar as debilidades que marcam o esforço de construção e de desenvolvimento do Brasil. Foi a Copa, com o esforço dos governos, que permitiu que muitas obras de infraestrutura, mobilidade urbana, aeroportos, fossem adiantadas. Que permitiu que milhares de empresários viessem ao Brasil para gerar negócios, tributos e empregos para o País. Que permitiu que milhares de brasileiros recebessem formação profissional. Portanto, apontar nossas deficiências e procurar resolvê-las é dever de todos os brasileiros, e principalmente daqueles que tenham espírito público. Mas sentir vergonha do País não faz parte da solução.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email