Aliados cobram de João que Machado continue vice

O presidente estadual do PPS, Clóvis Silveira, foi categórico ao afirmar ao 247 que o seu partido não apoiará a reeleição do prefeito João Alves Filho (DEM) caso o candidato a vice-prefeito seja o deputado estadual Robson Viana (PEN) ou o presidente da Câmara, vereador Vinicius Porto (DEM); Clóvis lidera um grupo de sete partidos (PPS, PSDB, PHS, PT do B, SD, PV e PTN) que pleiteia a permanência do vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB) na chapa

O presidente estadual do PPS, Clóvis Silveira, foi categórico ao afirmar ao 247 que o seu partido não apoiará a reeleição do prefeito João Alves Filho (DEM) caso o candidato a vice-prefeito seja o deputado estadual Robson Viana (PEN) ou o presidente da Câmara, vereador Vinicius Porto (DEM); Clóvis lidera um grupo de sete partidos (PPS, PSDB, PHS, PT do B, SD, PV e PTN) que pleiteia a permanência do vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB) na chapa
O presidente estadual do PPS, Clóvis Silveira, foi categórico ao afirmar ao 247 que o seu partido não apoiará a reeleição do prefeito João Alves Filho (DEM) caso o candidato a vice-prefeito seja o deputado estadual Robson Viana (PEN) ou o presidente da Câmara, vereador Vinicius Porto (DEM); Clóvis lidera um grupo de sete partidos (PPS, PSDB, PHS, PT do B, SD, PV e PTN) que pleiteia a permanência do vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB) na chapa (Foto: Valter Lima)

Valter Lima, do Sergipe 247 - O presidente estadual do PPS, Clóvis Silveira, foi categórico ao afirmar ao 247 que o seu partido não apoiará a reeleição do prefeito João Alves Filho (DEM) caso o candidato a vice-prefeito seja o deputado estadual Robson Viana (PEN) ou o presidente da Câmara, vereador Vinicius Porto (DEM). Clóvis lidera um grupo de sete partidos (PPS, PSDB, PHS, PT do B, SD, PV e PTN) que pleiteia a permanência do vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB) na chapa.

“Não consigo enxergar a necessidade de uma chapa puro-sangue, com a indicação de Vinicius Porto. Não acho que dentro de um grupo de nove partidos não haja um nome para compor com o prefeito. Isso desmoraliza os aliados. Em relação a Robson, eu o conheço, mas não sou amigo dele, nem tenho intimidade com ele, nem acho que tenha se construído um espaço para que ele seja o vice. O PPS não aceita. Além disso, o PEN é um partido menor”, afirmou.

Segundo Clóvis, “o PPS e o PSDB são os dois partidos mais fortes no arco de alianças do prefeito”, sendo assim as siglas que devem ser as responsáveis por indicar o vice. “Se não for Machado, terá que ser um candidato de um partido com a mesma estatura”, ressaltou ele em entrevista à rádio Mix FM.

Reunião

No último sábado, Clóvis Barbosa se reuniu com o prefeito João Alves Filho para apresentar a posição dos partidos em prol de Machado. “Foi uma conversa muito boa. João me disse que não descartou Machado e afirmou que não poderia anuncia-lo como vice, porque senão ficaria impossibilitado de conversar com outros partidos para buscar apoios”, relatou.

No relato ao 247, Clóvis disse que respondeu ao prefeito que “não havia mais o que negociar com os partidos”. “Só resta o grupo de Amorim, que, assim como em 2012, está em cima do muro. Conversa com João, conversa com Valadares Filho. Então eu disse ao prefeito que não tem mais o que esperar. Os candidatos a vereador precisam de uma definição”, defendeu.

Segundo o presidente do PPS, o prefeito de Aracaju disse que iria se reunir até hoje com Machado para definir a formação da chapa. “A impressão que eu fiquei é que Machado seja mantido”, afirmou.

Partidos

“Dos nove partidos que estão ao lado do prefeito, apenas o DEM e o PEN ainda não se posicionaram sobre a questão envolvendo o candidato a vice. Os demais defendem a permanência de Machado. Nos reunimos, conversamos e chegamos a esta posição, que será levada ao prefeito”, afirmou Clóvis.

Na opinião de Clóvis, será “bem difícil” encontrar um nome que substituía Machado. “Não tem outro. É difícil encontrar alguém que possa substitui-lo. É um nome de credibilidade”, disse. “Machado é um nome de respeito, é um aliado leal e é capaz de representar o prefeito em qualquer situação. É bem recebido e bem aceito na cidade”, reforçou.

Clóvis ressalta que toda a discussão sobre uma possível mudança na chapa “não passa de especulação” e, por isso, defende que o prefeito se pronuncie e “acabe com esse boato”. “Na realidade, é muito mais especulação. Não ouvimos da boca do prefeito que ele vai mudar o vice. Mas a dúvida prejudica o projeto”, frisou. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247