"Aliança DEM-PSC é muito forte. Provável que estejam juntos em 2014"

Quem faz esta afirmação é o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado (PSDB); se consolidada uma aliança entre o prefeito João Alves Filho (DEM) e o senador Eduardo Amorim (PSC) e seu irmão, Edivan Amorim (PTB), uma chapa muito forte estará montada para a disputa eleitoral de 2014; mas ainda assim resta um questionamento: "João já desistiu de ser candidato a governador?"

"Aliança DEM-PSC é muito forte. Provável que estejam juntos em 2014"
"Aliança DEM-PSC é muito forte. Provável que estejam juntos em 2014"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Valter Lima, do Sergipe 247 – A entrevista que o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado (PSDB), concedeu ao jornalista Eugênio Nascimento, na edição de domingo/segunda (24 e 25 de março) do Jornal da Cidade, é extremamente reveladora, ao passo que, pela primeira vez, uma liderança próxima ao prefeito João Alves Filho (DEM) fala em manutenção da aliança iniciada em 2012 com Edivan Amorim (PTB) e com o senador Eduardo Amorim (PSC).

Vejam o que diz Machado ao ser questionado sobre DEM e PSC estarem juntos na próxima eleição: “Essa aliança é bem forte. É provável que estejam todos juntos em 2014 e em outras caminhadas. Esse bloco hoje governa Aracaju e quer galgar novos e maiores espaços. Existe uma clara pretensão de se preservar a unidade. João tem dito que não se elegeu para ser galo de briga”.

A resposta do vice-prefeito é direta e objetiva, bem diferente da que ele deu ao mesmo questionamento, só que feito pelo Sergipe 247, em 2 de março. Naquela oportunidade, o tucano disse que a aliança DEM-PSC era “possível”, mas que ele não sabia que caminho João iria seguir em 2014. O que mudou nestes últimos 20 dias? Será que procedem os boatos de uma candidatura de Machado ao TCE?

Até o deputado federal Mendonça Prado (DEM), que não suporta nem ouvir falar numa aproximação com os Amorim, é escanteado por Machado. “Ele tem problemas de ordem pessoal com os Amorim. Isso não ajuda, mas não impediu a aliança de 2012”, lembra o vice.

Em 2012, Machado trabalhou para selar o apoio do agrupamento dos Amorim a João. Com a entrevista deste fim de semana mostra que poderá atuar para unir o bloco novamente. Se isto se confirmar, muitos encaminhamentos de candidaturas serão repensados.

E ao bloco governista restará encontrar o caminho rápido da aprovação junto ao povo, para que a candidatura do vice-governador Jackson Barreto (PMDB) se consolide e ganhe musculatura suficiente para novamente enfrentar o grupo que já derrotou em 2006, quando Marcelo Déda se elegeu governador, mas para o qual perdeu em 2012, quando João foi eleito prefeito.

Ainda assim resta uma pergunta para a próxima entrevista: João já desistiu de ser candidato a governador?

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email