Almeida quer campanha na Câmara contra ‘fake news’

O deputado federal Cícero Almeida vai articular para que a Câmara dos Deputados combata as notícias falsas na internet – os chamados “fake news”; para ele, ‘o nível de irresponsabilidade nessa questão chegou a tal ponto que 'os agentes transmissores e receptores das notícias falsas multiplicam-se em ações criminosas contra a alma e a honra alheias de forma impune’; “o parlamento brasileiro precisa agir neste caso em parceria com as instituições fiscalizadoras para evitar a generalização do mal provocado", disse Almeida

O deputado federal Cícero Almeida vai articular para que a Câmara dos Deputados combata as notícias falsas na internet – os chamados “fake news”; para ele, ‘o nível de irresponsabilidade nessa questão chegou a tal ponto que 'os agentes transmissores e receptores das notícias falsas multiplicam-se em ações criminosas contra a alma e a honra alheias de forma impune’; “o parlamento brasileiro precisa agir neste caso em parceria com as instituições fiscalizadoras para evitar a generalização do mal provocado", disse Almeida
O deputado federal Cícero Almeida vai articular para que a Câmara dos Deputados combata as notícias falsas na internet – os chamados “fake news”; para ele, ‘o nível de irresponsabilidade nessa questão chegou a tal ponto que 'os agentes transmissores e receptores das notícias falsas multiplicam-se em ações criminosas contra a alma e a honra alheias de forma impune’; “o parlamento brasileiro precisa agir neste caso em parceria com as instituições fiscalizadoras para evitar a generalização do mal provocado", disse Almeida (Foto: Voney Malta)

Por eassim.net - O deputado federal Cícero Almeida, sem partido, volta à Câmara esta semana com a disposição de iniciar uma campanha entre os parlamentares para o combate as notícias falsas na internet – os chamados “fake news”.

Almeida disse que o nível de irresponsabilidade nessa questão chegou a tal ponto que os agentes transmissores e receptores das notícias falsas multiplicam-se em ações criminosas contra a alma e a honra alheias de forma impune.

-É preciso que haja uma ação mais determinada por parte das autoridades para coibir esse tipo de situação. A internet não pode se transformar em território de ninguém, prejudicando as pessoas, mães e pais de famílias, sem que os responsáveis, acobertados pelo anonimato, se mantenham fora do alcance da lei. – Disse o deputado.

Cícero Almeida entende que o parlamento brasileiro precisa agir neste caso em parceria com as instituições fiscalizadoras para evitar a generalização do mal provocada pelos “fake news”.

Ele parte do princípio de que os ataques são constantes e que alguém, insatisfeito por alguma razão, passa a agredir homens, mulheres, crianças, idosos e as instituições de forma absolutamente irresponsável.

“É hora de agir por que ninguém pode se posicionar acima da lei, que é o que acontece com os criadores e transmissores dessas noticias falsas que causam dor e terror em tudo e todos”, concluiu o deputado

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247