Aloysio vai deixar governo para concorrer à reeleição no Senado

Chanceler do governo ilegítimo de Michel Temer,  Aloysio Nunes Ferreira confirmou que vai deixar o governo no fim de março ou início de abril para disputar a reeleição ao Senado em São Paulo

Aloysio vai deixar governo para concorrer à reeleição no Senado
Aloysio vai deixar governo para concorrer à reeleição no Senado (Foto: Agencia Brasil/Antonio Cruz)

247 - O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, confirmou que vai deixar o governo no fim de março ou início de abril para disputar a reeleição ao Senado. Único integrante do PSDB a permanecer na equipe, Aloysio tem tentado reaproximar o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, de Michel Temer, que nesta sexta-feira se encontrou com o prefeito João Doria, na capital paulista.

Alckmin é pré-candidato à Presidência e quarta, 7, presidiu a reunião da Executiva Nacional do PSDB, em Brasília, que também contou com a presença de Doria e Aloysio. Por trás da discussão sobre a melhor data para as prévias que devem escolher os candidatos do PSDB ao governo de São Paulo e ao Palácio do Planalto estão interesses não explicitados.

As informações são de reportagem de Vera Rosa no Estado de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247