Amastha ataca governo estadual: “um estado que está adoecendo”

Após admitir a possibilidade de disputar o governo do Tocantins, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, voltou a atacar a gestão estadual. O chefe do executivo afirmou que o modelo de política e gestão do Tocantins está “esgotado”; “Me diga um projeto de estado neste momento? Não existe nenhum. Temos um Estado que está adoecendo. Estamos com as dores da terceira idade sem viver as delícias da juventude. O Tocantins está muito novo para estar com problemas de estados com 500 anos de criação”, disse.

Após admitir a possibilidade de disputar o governo do Tocantins, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, voltou a atacar a gestão estadual. O chefe do executivo afirmou que o modelo de política e gestão do Tocantins está “esgotado”; “Me diga um projeto de estado neste momento? Não existe nenhum. Temos um Estado que está adoecendo. Estamos com as dores da terceira idade sem viver as delícias da juventude. O Tocantins está muito novo para estar com problemas de estados com 500 anos de criação”, disse.
Após admitir a possibilidade de disputar o governo do Tocantins, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, voltou a atacar a gestão estadual. O chefe do executivo afirmou que o modelo de política e gestão do Tocantins está “esgotado”; “Me diga um projeto de estado neste momento? Não existe nenhum. Temos um Estado que está adoecendo. Estamos com as dores da terceira idade sem viver as delícias da juventude. O Tocantins está muito novo para estar com problemas de estados com 500 anos de criação”, disse. (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - Após admitir a possibilidade de disputar o governo do Tocantins, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, voltou a atacar a gestão estadual. O chefe do executivo afirmou que o modelo de política e gestão do Tocantins está “esgotado”.

“Tenho visto coisas como presidente estadual do PSB que demonstra total incapacidade, falta de organização, de planejamento, de governo. Estamos largados. Me diga um projeto de estado neste momento? Não existe nenhum. Temos um Estado que está adoecendo. Estamos com as dores da terceira idade sem viver as delícias da juventude. O Tocantins está muito novo para estar com problemas de estados com 500 anos de criação”, disse ele ao programa "Direto ao Ponto", da rádio Jovem Palmas

O prefeito resistiu em confirmar a pré-candidatura dele ao governo estadual, admitiu que existe a possibilidade. De acordo com o chefe do executivo, “se tem uma coisa que as pessoas não podem dizer é que o prefeito não é transparente. Indiscutivelmente que existe esta pressão. Tenho dois condicionantes”.

“Depende da Cinthia [Ribeiro], depende da conjuntura, depende de muitas coisas”, acrescentou. “A gente vem trabalhando com a nossa vice, que, aliás, se revelou uma surpresa maravilhosa, tem sido uma companheira fantástica”, continuou.

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247