Amastha: data-base de 64% dos servidores será concedida na folha de agosto

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), anunciou que 64% do funcionalismo da Capital receberá a data-base na folha de agosto; a publicação veio no mesmo dia em que sindicatos representantes de servidores emitiram nota de repúdio contra a gestão por conta do atraso do reajuste de 6,58% para repor as perdas causadas da inflação

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), anunciou que 64% do funcionalismo da Capital receberá a data-base na folha de agosto; a publicação veio no mesmo dia em que sindicatos representantes de servidores emitiram nota de repúdio contra a gestão por conta do atraso do reajuste de 6,58% para repor as perdas causadas da inflação
O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), anunciou que 64% do funcionalismo da Capital receberá a data-base na folha de agosto; a publicação veio no mesmo dia em que sindicatos representantes de servidores emitiram nota de repúdio contra a gestão por conta do atraso do reajuste de 6,58% para repor as perdas causadas da inflação (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), anunciou que 64% do funcionalismo da Capital receberá a data-base na folha de agosto. A publicação veio no mesmo dia em que sindicatos representantes de servidores emitiram nota de repúdio contra a gestão por conta do atraso do reajuste de 6,58% para repor as perdas causadas da inflação.

O secretário de Finanças, Christian Zini, não especificou como foram escolhidos os servidores, mas disse que o escalonamento foi feito baseado no escalonamento, planejamento, arrecadação e nos recursos obtidos no Mutirão de Negociações Fiscais de Palmas (Refis), programa da prefeitura. O Refis tem como objetivo aumentar a arrecadação ao conceder descontos e parcelamento para dívidas de contribuintes com o município. A folha de agosto virá com acréscimo de cerca de R$ 300 mil.

Sobre os 36% dos servidores restantes, o titular da pasta afirmou que o planejamento está sendo feito e que uma reunião com a categoria deve acontecer em setembro para “dar uma notícia”. A entrevista foi concedida ao Cleber Toledo.

O prefeito comemorou o anúncio de pagamento data-base, mesmo que escalonado, e comparou a Capital com outros entes. “Governo federal adiou reajustes, governo estadual nem cogita pagar, maioria dos municípios brasileiros também não. Palmas faz a diferença. Fazemos isso em respeito ao funcionalismo, também para girar a roda da economia. Com responsabilidade. Sem colocar em risco os investimentos”, escreveu Amastha em duas postagens.

O chefe do executivo que o salário de julho do funcionalismo estará disponível já nesta sexta-feira (28). A injeção na economia da Capital será de R$ 41 milhões. “Hoje, 10 dias adiantados, situação inédita no Brasil, estaremos depositando salários. Por favor, gaste tudo aqui”, pediu Amashta.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247