Amastha que implantar fundo para a segurança

O prefeito de Palmas e candidato à reeleição, Carlos Amastha, prometeu um reforço na segurança pública, se for reeleito; um dos projetos é ampliar de 20 para 100 a quantidade de câmeras de monitoramento na capital; Amastha pretende atender 100% das escolas da rede pública municipal com o Guardião Escolar, ampliar o Romu de uma equipe para duas diárias, ampliar o Guarda Quarteirão de duas equipes para dez e elaborar o Plano Municipal de Segurança de Palmas; o projeto prevê, ainda, a criação do Fundo Municipal de Segurança Pública

O prefeito de Palmas e candidato à reeleição, Carlos Amastha, prometeu um reforço na segurança pública, se for reeleito; um dos projetos é ampliar de 20 para 100 a quantidade de câmeras de monitoramento na capital; Amastha pretende atender 100% das escolas da rede pública municipal com o Guardião Escolar, ampliar o Romu de uma equipe para duas diárias, ampliar o Guarda Quarteirão de duas equipes para dez e elaborar o Plano Municipal de Segurança de Palmas; o projeto prevê, ainda, a criação do Fundo Municipal de Segurança Pública
O prefeito de Palmas e candidato à reeleição, Carlos Amastha, prometeu um reforço na segurança pública, se for reeleito; um dos projetos é ampliar de 20 para 100 a quantidade de câmeras de monitoramento na capital; Amastha pretende atender 100% das escolas da rede pública municipal com o Guardião Escolar, ampliar o Romu de uma equipe para duas diárias, ampliar o Guarda Quarteirão de duas equipes para dez e elaborar o Plano Municipal de Segurança de Palmas; o projeto prevê, ainda, a criação do Fundo Municipal de Segurança Pública (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - O prefeito de Palmas e candidato à reeleição, Carlos Amastha, prometeu um reforço na segurança pública, se for reeleito. Um dos projetos é ampliar de 20 para 100 a quantidade de câmeras de monitoramento na capital. Um aliado do candidato, o vereador Major Negreiros (PSB), disse que vai propor um projeto de lei denominado “Olho Amigo”, que prevê integrar câmeras de residências e empresas ao sistema da polícia, ampliando ainda mais a vigilância.

“É um plano que busca eficiência, sendo ao mesmo tempo inteligente e moderno”, diz o vereador do PSB. “Os tempos mudaram. A vigilância hoje é diferente do que ocorria na minha época. Passei 25 anos no banco de uma viatura, na linha de frente, sem recurso externo algum, mas isso é passado. Hoje as câmeras podem ajudar a localizar um bandido, a capturá-­lo e até a prevenir que crimes aconteçam”, acrescentou.

O parlamentar ressaltou que a instalação do Gabinete de Gestão Integrada do Municipal (canal de conexão de todos os órgãos de segurança pública das três esferas de governo) foi de extrema importância para o município. “A atuação do Gabinete representou um avanço na política de segurança municipal”, afirmou.

Se for reeleito, Amastha pretende atender 100% das escolas da rede pública municipal com o Guardião Escolar, ampliar o Romu de uma equipe para duas diárias, ampliar o Guarda Quarteirão de duas equipes para dez e elaborar o Plano Municipal de Segurança de Palmas. 

Outra proposta é investir em capacitação, criando a Escola Metropolitana de Formação de Guardas. Entre outras propostas está a aquisição de equipamentos, viaturas, computadores e tablets para a Guarda e a Defesa Civil; e a criação do Fundo Municipal de Segurança Pública. O plano prevê também prevê a criança da Ronda Patrimonial, que vai atender as demandas identificadas pelos serviços de videomonitoramento e alarmes em prédios públicos municipais

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247