Ambição nacional de Caiado faz Goiás ficar em 2º plano

Senador preferiu participar do protesto na Avenida Paulista a caminhar ao lado de seus eleitores e simpatizantes na Praça Tamandaré, em Goiânia; busca por holofotes da grande mídia e discurso golpista contra a presidente Dilma Rousseff (PT), compartilhado pelo colega Aécio Neves, evidenciam que prioridade do senador neste momento é cavar espaço nas discussões sobre impeachment e eleições de 2018; PMDB goiano diminuiu empolgação com Caiado e aliança com o DEM para o pleito municipal de 2016 deixou de ser pauta principal na agenda peemedebista; prefeito Paulo Garcia afirmou que senador deve "falar menos" e trabalhar mais por Goiás e Goiânia

Senador preferiu participar do protesto na Avenida Paulista a caminhar ao lado de seus eleitores e simpatizantes na Praça Tamandaré, em Goiânia; busca por holofotes da grande mídia e discurso golpista contra a presidente Dilma Rousseff (PT), compartilhado pelo colega Aécio Neves, evidenciam que prioridade do senador neste momento é cavar espaço nas discussões sobre impeachment e eleições de 2018; PMDB goiano diminuiu empolgação com Caiado e aliança com o DEM para o pleito municipal de 2016 deixou de ser pauta principal na agenda peemedebista; prefeito Paulo Garcia afirmou que senador deve "falar menos" e trabalhar mais por Goiás e Goiânia
Senador preferiu participar do protesto na Avenida Paulista a caminhar ao lado de seus eleitores e simpatizantes na Praça Tamandaré, em Goiânia; busca por holofotes da grande mídia e discurso golpista contra a presidente Dilma Rousseff (PT), compartilhado pelo colega Aécio Neves, evidenciam que prioridade do senador neste momento é cavar espaço nas discussões sobre impeachment e eleições de 2018; PMDB goiano diminuiu empolgação com Caiado e aliança com o DEM para o pleito municipal de 2016 deixou de ser pauta principal na agenda peemedebista; prefeito Paulo Garcia afirmou que senador deve "falar menos" e trabalhar mais por Goiás e Goiânia (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - Os simpatizantes e eleitores do senador Ronaldo Caiado (DEM) que esperavam vê-lo na Praça Tamandaré, no domingo passado, em Goiânia, mais uma vez se decepcionaram. O parlamentar goiano preferiu protestar contra o governo federal em São Paulo, na Avenida Paulista, como fizera nas outras manifestações.

Ao lado dos paulistanos, Caiado disse à revista Época que tem vontade e sonho de ser presidente da República. A busca por holofotes da grande mídia e o discurso golpista contra a presidente Dilma Rousseff (PT) evidenciam que a prioridade do senador neste momento é cavar espaço nas discussões sobre impeachment e eleições de 2018.

Os recentes gestos caiadistas tiveram efeito local. O PMDB goiano diminuiu a empolgação com Caiado e a aliança com o DEM para o pleito municipal de 2016 deixou de ser pauta principal na agenda peemedebista. O partido de Iris Rezende, nas últimas semanas, diminuiu o fogo amigo contra o PT e voltou a falar em manutenção da parceria.

No mês passado, Caiado chegou a afirmar que a aliança com o PMDB estava praticamente fechada - o que deixou o prefeito Paulo Garcia (PT) irritado. O petista iniciou uma série de ataques ao senador e disse que o parlamentar deveria "falar menos" e trabalhar mais por Goiás e Goiânia.

A presença de Caiado no protesto da Paulista foi o sinal que o PMDB precisava para recuar. Peemedebistas deixam o senador agora em banho-maria e evitam antecipar alianças e acordos para 2016. 

 

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email