Amorim denuncia prejuízo de R$ 256 mi na Deso

Senador Eduardo Amorim (PSC) denunciou nesta quarta (25) um suposto “desperdício do dinheiro público”, que estaria ocorrendo nas finanças da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso); segundo ele, há um “assustador prejuízo acumulado”; informações passadas pelo parlamentar dão conta que, desde 2007, a companhia apontava um prejuízo de R$ 11,7 milhões; Para Eduardo, o que mais assusta é que após oito anos e três meses à frente do Governo do Estado, a atual gestão conseguiu ampliar de maneira “estarrecedora” os prejuízos da Deso; “O balanço de 2014, apresentado em 31 de dezembro do ano passado, aponta que existe uma perda acumulada de R$ 256 milhões”, relatou o senador ao afirmar que “houve um aumento da dívida de mais de 2.000%”

Senador Eduardo Amorim (PSC) denunciou nesta quarta (25) um suposto “desperdício do dinheiro público”, que estaria ocorrendo nas finanças da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso); segundo ele, há um “assustador prejuízo acumulado”; informações passadas pelo parlamentar dão conta que, desde 2007, a companhia apontava um prejuízo de R$ 11,7 milhões; Para Eduardo, o que mais assusta é que após oito anos e três meses à frente do Governo do Estado, a atual gestão conseguiu ampliar de maneira “estarrecedora” os prejuízos da Deso; “O balanço de 2014, apresentado em 31 de dezembro do ano passado, aponta que existe uma perda acumulada de R$ 256 milhões”, relatou o senador ao afirmar que “houve um aumento da dívida de mais de 2.000%”
Senador Eduardo Amorim (PSC) denunciou nesta quarta (25) um suposto “desperdício do dinheiro público”, que estaria ocorrendo nas finanças da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso); segundo ele, há um “assustador prejuízo acumulado”; informações passadas pelo parlamentar dão conta que, desde 2007, a companhia apontava um prejuízo de R$ 11,7 milhões; Para Eduardo, o que mais assusta é que após oito anos e três meses à frente do Governo do Estado, a atual gestão conseguiu ampliar de maneira “estarrecedora” os prejuízos da Deso; “O balanço de 2014, apresentado em 31 de dezembro do ano passado, aponta que existe uma perda acumulada de R$ 256 milhões”, relatou o senador ao afirmar que “houve um aumento da dívida de mais de 2.000%” (Foto: Valter Lima)

247 - O senador Eduardo Amorim (PSC) denunciou nesta quarta-feira (25) um suposto “desperdício do dinheiro público”, que estaria ocorrendo nas finanças da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). Segundo ele, há um “assustador prejuízo acumulado”. As informações passadas pelo parlamentar dão conta que, desde 2007, a companhia apontava um prejuízo de R$ 11,7 milhões.

Para Eduardo, o que mais assusta é que após oito anos e três meses à frente do Governo do Estado, a atual gestão conseguiu ampliar de maneira “estarrecedora” os prejuízos da Deso. “O balanço de 2014, apresentado em 31 de dezembro do ano passado, aponta que existe uma perda acumulada de R$ 256 milhões”, relatou o senador ao afirmar que “houve um aumento da dívida de mais de 2.000%”.

O senador disse ainda que vê “uma contradição” nas contas do governo, pois segundo ele, há diversos anúncios de investimentos em obras de ampliação e construção de sistema de abastecimento de água na região metropolitana de Aracaju, no total de R$ 327 milhões, por exemplo. “Em 2013, mais de R$ 73 milhões foram conquistados pelo Governo, e a informação passada à população é que esse montante beneficiará a Zona Norte de Aracaju. Diante desse contexto, como justificar o desequilíbrio financeiro?”, indaga.

Amorim denunciou também que há obras de saneamento abandonadas. “Existem casos em que as prefeituras municipais precisam recapear mais de três vezes a mesma via em um curto espaço de tempo, devido ao péssimo serviço da Deso”, acusou. “Quase 60% da água tratada, apropriada ao consumo humano, é desperdiçada no caminho entre a captação e a distribuição”, relatou. Para ele, o que acontece em Sergipe “é o desperdício e falta de respeito em todos os seus níveis”.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247