Anastasia vê naufragar sua campanha a prefeito de BH

A notícia de que o ex-governador de Minas e senador Antônio Anastasia (PSDB) será investigado pelo Supremo Tribunal Federal no escândalo da Lava Jato caiu como uma bomba na base política tucana em Minas; até então tido como nome principal do PSDB à Prefeitura de Belo Horizonte, tucanos têm medo de que Anastasia tenha que passar a campanha inteira explicando a situação; como plano B, o PSDB tem o radialista João Vitor Xavier que é deputado estadual

A notícia de que o ex-governador de Minas e senador Antônio Anastasia (PSDB) será investigado pelo Supremo Tribunal Federal no escândalo da Lava Jato caiu como uma bomba na base política tucana em Minas; até então tido como nome principal do PSDB à Prefeitura de Belo Horizonte, tucanos têm medo de que Anastasia tenha que passar a campanha inteira explicando a situação; como plano B, o PSDB tem o radialista João Vitor Xavier que é deputado estadual
A notícia de que o ex-governador de Minas e senador Antônio Anastasia (PSDB) será investigado pelo Supremo Tribunal Federal no escândalo da Lava Jato caiu como uma bomba na base política tucana em Minas; até então tido como nome principal do PSDB à Prefeitura de Belo Horizonte, tucanos têm medo de que Anastasia tenha que passar a campanha inteira explicando a situação; como plano B, o PSDB tem o radialista João Vitor Xavier que é deputado estadual (Foto: Luis Mauro Queiroz)

Pautando Minas- Após a divulgação de que o ex-governador Antônio Anastasia (PSDB), eleito senador em 2014, integra a lista de investigados pelo Supremo Tribunal Federal com um dos supostos beneficiários do esquema de corrupção na Petrobras, a base política tucana balançou em Minas Gerais. O tucano é pré-candidato a prefeito de Belo Horizonte, na sucessão de Márcio Lacerda (PSB).

Apesar de dizer que não deseja concorrer à Prefeitura de Belo Horiznte, Anastasia estava começando a ceder à ideia. Isso porque, para os articuladores do PSDB no estado, vencer o pleito na capital é o início para retomar o estado como um todo, onde a presidente Dilma Rousseff (PT) venceu o também senador Aécio Neves (PSDB) e onde Fernando Pimentel (PT) levou o seu partido a governar Minas pela primeira vez.

O temor dos correligionários do senador tucano é o de que Anastasia passe a toda campanha em 2016 explicando sobre as investigações da operação Lava Jato, que desmantelou a quadrilha que se organizava dentro da estatal petrolífera.

Contra Anastasia, há a delação do policial federal Jayme Alves de Oliveira Filho, conhecido como Careca, preso na 7ª fase da operação da Polícia Federal, que afirmou que repassou a quantia de R$1 milhão ao até então candidato ao Senado Federal. Anastasia desmentiu veementemente, contudo, será investigado.

Caso a situação comprometa ainda mais a imagem do tucano, o PSDB já pensa em um plano B. E quem corre por fora é o radialista da Rádio Itatiaia, João Vitor Xavier, hoje deputado estadual. Ele que também é do PSDB, no entanto, terá que lutar com unhas e dentes, uma vez que o seu partido também fomenta a candidatura de outros nomes.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247