Antes da eleição no PMDB, Maguito defende união no partido

Prefeito de Aparecida de Goiânia alega que há vários municípios em Goiás sem candidatos do PMDB competitivos, como Anápolis, terceiro maior colégio eleitoral do Estado. "Esta será a principal missão do próximo presidente que, para isto, precisará ter credibilidade e ser dinâmico", relata ao jornal Popular; disputa pela presidência do partido está acirrada; os dois favoritos são o deputado estadual José Nelto, e o deputado federal Daniel Vilela, filho justamente de Maguito; ex-deputado Sandro Mabel e ex-prefeito de Bom Jardim de Goiás, Nailton de Oliveira, correm por fora na disputa

Prefeito de Aparecida de Goiânia alega que há vários municípios em Goiás sem candidatos do PMDB competitivos, como Anápolis, terceiro maior colégio eleitoral do Estado. "Esta será a principal missão do próximo presidente que, para isto, precisará ter credibilidade e ser dinâmico", relata ao jornal Popular; disputa pela presidência do partido está acirrada; os dois favoritos são o deputado estadual José Nelto, e o deputado federal Daniel Vilela, filho justamente de Maguito; ex-deputado Sandro Mabel e ex-prefeito de Bom Jardim de Goiás, Nailton de Oliveira, correm por fora na disputa
Prefeito de Aparecida de Goiânia alega que há vários municípios em Goiás sem candidatos do PMDB competitivos, como Anápolis, terceiro maior colégio eleitoral do Estado. "Esta será a principal missão do próximo presidente que, para isto, precisará ter credibilidade e ser dinâmico", relata ao jornal Popular; disputa pela presidência do partido está acirrada; os dois favoritos são o deputado estadual José Nelto, e o deputado federal Daniel Vilela, filho justamente de Maguito; ex-deputado Sandro Mabel e ex-prefeito de Bom Jardim de Goiás, Nailton de Oliveira, correm por fora na disputa (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, defendeu a união no PMDB para que o partido se fortaleça no Estado. Ele alega que há vários municípios sem candidatos competitivos, como Anápolis, terceiro maior colégio eleitoral do Estado. "Esta será a principal missão do próximo presidente que, para isto, precisará ter credibilidade e ser dinâmico", relata a coluna Giro, do jornal O Popular.

A disputa pela presidência do partido está acirrada. Os dois favoritos são o deputado estadual José Nelto, e o deputado federal Daniel Vilela, filho justamente de Maguito.

Nelto tem as bênçãos do ex-prefeito e governador Iris Rezende. O deputado estadual foi executor do expurgo de Júnior Friboi, que tem o apoio oficial da bancada peemedebista da Assembleia Legislativa e o velado de Iris e sua mulher, a ex-deputada federal Dona Iris.

Daniel Vilela colhe os louros por ser o deputado federal mais bem votado pelo partido, com mais de 179 mil votos. Vilela é também vice-líder da bancada na Câmara e já declarou que defende que o partido concentre forças nas eleições de 2016.

O ex-deputado Sandro Mabel corre por fora nesta disputa. Notícias de bastidores dão conta de que ele já não teria espaço suficiente na agenda para se dedicar à organização da legenda.

Na disputa, o ex-prefeito de Bom Jardim de Goiás (por três mandatos), Nailton de Oliveira, tem força no interior e como trunfo visita as bases do partido no interior e afirma ser o mais adequado para conduzir a sigla de forma equilibrada nas eleições de 2016.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email