Antes do prazo, governo conclui recuperação de adutora

Em nota, a Secretaria de Estado da Comunicação informou na manhã desta quinta (14) que a obra da adutora emergencial no povoado de Pedra Branca foi concluída; "O calço de concreto que foi construído precisa de 24 horas para secar e não ceder quando a pressão da água chegar. A previsão de início de bombeamento da água para a adutora emergencial  é amanhã (sexta,15) às 5h. É preciso a compreensão de que após o início do bombeamento, será necessário alguns dias para que a água chegue em todas as localidades", informa

Em nota, a Secretaria de Estado da Comunicação informou na manhã desta quinta (14) que a obra da adutora emergencial no povoado de Pedra Branca foi concluída; "O calço de concreto que foi construído precisa de 24 horas para secar e não ceder quando a pressão da água chegar. A previsão de início de bombeamento da água para a adutora emergencial  é amanhã (sexta,15) às 5h. É preciso a compreensão de que após o início do bombeamento, será necessário alguns dias para que a água chegue em todas as localidades", informa
Em nota, a Secretaria de Estado da Comunicação informou na manhã desta quinta (14) que a obra da adutora emergencial no povoado de Pedra Branca foi concluída; "O calço de concreto que foi construído precisa de 24 horas para secar e não ceder quando a pressão da água chegar. A previsão de início de bombeamento da água para a adutora emergencial  é amanhã (sexta,15) às 5h. É preciso a compreensão de que após o início do bombeamento, será necessário alguns dias para que a água chegue em todas as localidades", informa (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em nota, a Secretaria de Estado da Comunicação informou na manhã desta quinta-feira (14) que a obra da adutora emergencial no povoado de Pedra Branca foi concluída. 

"O calço de concreto que foi construído precisa de 24 horas para secar e não ceder quando a pressão da água chegar. A previsão de início de bombeamento da água para a adutora emergencial  é amanhã (sexta,15) às 5h. É preciso a compreensão de que após o início do bombeamento, será necessário alguns dias para que a água chegue em todas as localidades", informa.

Inicialmente, a Deso estabeleceu como prazo encerrar a adutora amanhã, mas a companhia concluiu a obra antes. 

Abaixo a matéria da ASN:

A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) concluiu nesta quinta-feira, 14, a obra emergencial da Adutora São Francisco, no povoado Pedra Branca, em Laranjeiras. Os serviços terminaram antes do esperado pela equipe técnica da Companhia e a previsão de início de bombeamento da água é esta sexta-feira, 15, a partir das 5h.

De acordo com informações da Deso, é necessário aguardar até amanhã para iniciar a regularização do abastecimento, pois existe um calço de concreto que precisa de 24 horas para secar e não ceder com a pressão da água.

O diretor-presidente de Deso, Carlos Melo explicou que o abastecimento na Grande Aracaju será regularizado nos próximos dias. Até lá, o sistema de distribuição de água por carros pipa será mantido. “A adutora emergencial está concluída. Foi feito um bloco de ancoragem de concreto de 4 metros que necessita de 24 horas para ganhar resistência. Ligaremos a adutora amanhã, às 5 horas. O abastecimento será regularizado aos poucos, conforme a água for preenchendo a tubulação. Como vem de Propriá, a água demora entre cinco e seis horas para chegar em Aracaju. É preciso informar que nos próximos dias o abastecimento será regularizado”, informou, acrescentando que os estudos para o projeto definitivo da adutora serão iniciados e o orçamento será discutido com os governos estadual e federal.

Com a adutora emergencial será possível que 80% do abastecimento de água da Grande Aracaju seja regularizado. Desde o dia do acidente envolvendo as adutoras, a Grande Aracaju está apenas com 30% do seu abastecimento.

Acidente

A queda da ponte e o rompimento de duas adutoras do São Francisco, localizadas no povoado Pedra Branca, no início da tarde de sábado, 09, causaram o interrupção de 70% do abastecimento de água da Grande Aracaju. Com isso, as regiões de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Barra dos Coqueiros e bairro Rosa Elze e conjunto Eduardo Gomes, em São Cristóvão, foram afetadas. Com o acidente, a Grande Aracaju teve sua capacidade de abastecimento reduzida para 30%.

Durante o período em que o abastecimento está reduzido, o volume do Poxim, Cabrita e Ibura, que originalmente alimenta a zona sul da capital, foi redistribuído para toda a Grande Aracaju.

Na última terça-feira, o governador Jackson Barreto decretou estado de emergência nos municípios de Laranjeiras e Maruim. Com o decreto, que tem duração de 180 dias, o Estado pode pedir recursos ao governo federal para reparar os estragos na adutora do São Francisco.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247