“Antipetismo é doença que contamina o País”

O escritor Fernando Morais reagiu, através das redes sociais, ao protesto feito contra o ex-senador Eduardo Suplicy (PT), no sábado (24), na Livraria Cultura, em São Paulo; o ex-parlamentar foi chamado de "vergonha nacional"; "Antes que comecem com esse papo de que a agressão ao Eduardo Suplicy, na Livraria Cultura, é 'coisa de paulista', vamos aos efes e aos erres. Não foi em São Paulo, mas em Belo Horizonte, que um bando de tarados fez manifestação na porta do velório do José Eduardo Dutra. Não foi em São Paulo, mas no aeroporto de Fortaleza, que um corretor de imóveis mobilizou gente para insultar o João Pedro Stédile, do MST. Essa é uma doença que está contaminando todo o país", disse; assista

O escritor Fernando Morais reagiu, através das redes sociais, ao protesto feito contra o ex-senador Eduardo Suplicy (PT), no sábado (24), na Livraria Cultura, em São Paulo; o ex-parlamentar foi chamado de "vergonha nacional"; "Antes que comecem com esse papo de que a agressão ao Eduardo Suplicy, na Livraria Cultura, é 'coisa de paulista', vamos aos efes e aos erres. Não foi em São Paulo, mas em Belo Horizonte, que um bando de tarados fez manifestação na porta do velório do José Eduardo Dutra. Não foi em São Paulo, mas no aeroporto de Fortaleza, que um corretor de imóveis mobilizou gente para insultar o João Pedro Stédile, do MST. Essa é uma doença que está contaminando todo o país", disse; assista
O escritor Fernando Morais reagiu, através das redes sociais, ao protesto feito contra o ex-senador Eduardo Suplicy (PT), no sábado (24), na Livraria Cultura, em São Paulo; o ex-parlamentar foi chamado de "vergonha nacional"; "Antes que comecem com esse papo de que a agressão ao Eduardo Suplicy, na Livraria Cultura, é 'coisa de paulista', vamos aos efes e aos erres. Não foi em São Paulo, mas em Belo Horizonte, que um bando de tarados fez manifestação na porta do velório do José Eduardo Dutra. Não foi em São Paulo, mas no aeroporto de Fortaleza, que um corretor de imóveis mobilizou gente para insultar o João Pedro Stédile, do MST. Essa é uma doença que está contaminando todo o país", disse; assista (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O escritor e jornalista Fernando Morais reagiu, através das redes sociais, ao protesto feito contra o ex-senador Eduardo Suplicy (PT), no sábado (24), na Livraria Cultura, em São Paulo.

O ex-parlamentar foi chamado de "vergonha nacional". Ele foi hostilizado por manifestantes que foram ao local protestar contra o prefeito Fernando Haddad, que concedia uma entrevista no local. Para o jornalista, os atos contra petistas são como uma doença, "que está contaminando o país".

"Antes que comecem com esse papo de que a agressão ao Eduardo Suplicy, na Livraria Cultura, é 'coisa de paulista', vamos aos efes e aos erres. Não foi em São Paulo, mas em Belo Horizonte, que um bando de tarados fez manifestação na porta do velório do José Eduardo Dutra. Não foi em São Paulo, mas no aeroporto de Fortaleza, que um corretor de imóveis mobilizou gente para insultar o João Pedro Stédile, do MST", resgatou.

"Essa é uma doença - algo como a 'super gonorréia' que a Folha noticiou - que está contaminando todo o país. vamos acabar com essa conversa de que baiano é assim, goiano é assado, paulista é assim. A doença é nacional", criticou, ainda, Fernando Morais.

No ato ocorrido na livraria, que pode ser assistido pelo vídeo abaixo, os manifestantes gritam "Suplicy vergonha nacional", "comunista, vai estudar", entre outras frases, e têm nas mãos um boneco inflável do ex-presidente Lula vestido de presidiário. Uma das manifestantes grita: "aqui é terra de quem trabalha, é terra dos coxinhas!".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email