Aparecida: servidores da educação municipal entram em greve

Trabalhadores da rede municipal de Aparecida de Goiânia reclamam que o prefeito Maguito Vilela (PMDB) descumpriu o acordo firmado no começo do ano e até agora não encaminhou à Câmara Municipal o projeto de lei com o novo plano de carreira da categoria; servidores cruzaram os braços nesta quarta-feira e agora analisam uma proposta da Secretaria de Educação

Trabalhadores da rede municipal de Aparecida de Goiânia reclamam que o prefeito Maguito Vilela (PMDB) descumpriu o acordo firmado no começo do ano e até agora não encaminhou à Câmara Municipal o projeto de lei com o novo plano de carreira da categoria; servidores cruzaram os braços nesta quarta-feira e agora analisam uma proposta da Secretaria de Educação
Trabalhadores da rede municipal de Aparecida de Goiânia reclamam que o prefeito Maguito Vilela (PMDB) descumpriu o acordo firmado no começo do ano e até agora não encaminhou à Câmara Municipal o projeto de lei com o novo plano de carreira da categoria; servidores cruzaram os braços nesta quarta-feira e agora analisam uma proposta da Secretaria de Educação (Foto: José Barbacena)

Goiás247 - Os servidores da educação municipal de Aparecida de Goiânia entraram em greve nesta quarta-feira. Os trabalhadores reclamam que o prefeito Maguilo Vilela (PMDB) ainda não encaminhou à Câmara Municipal o projeto de lei com o novo plano de carreira e outros benefícios para a categoria.

De acordo com a presidente da regional do Sintego (sindicato da categoria) em Aparecida, Aline Barbosa, o prefeito descumpriu os dois acordos firmados com a categoria no início do ano quando, em protesto, os servidores chegaram a ocupar o plenário da Câmara da cidade.

Como voto de confiança à administração municipal, a categoria desocupou o plenário e retomou as atividades; "porém o prefeito não cumpriu o acordo firmado com os servidores e fechou toda possibilidade de diálogo com a categoria", afirma Aline.

No final da manhã desta quarta-feira após acatar a greve, representantes da educação realizaram um protesto no comitê do deputado estadual Daniel Viela (PMDB), numa forma de sensibilizar o candidato a deputado federal e filho do prefeito de Aparecida e a administração municipal.

Após o protesto o secretário da Fazenda do município, Carlos Eduardo, atendeu os manifestantes e apresentou uma proposta à categoria, que será levada para assembleia marcada nesta sexta-feira, às 9 horas da manhã na porta da prefeitura da cidade.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247