Apenas Catalão não aderiu ao "Goiás na Frente"

Governador Marconi destinou R$ 500 milhões para convênios com as 246 prefeituras do Estado; no entanto, apenas o município de Catalão não firmou parceria com o governo estadual; o motivo é político é envolve a rivalidade exacerbada na cidade entre PMDB e PSDB; o atual prefeito Adib Elias, ex-deputado estadual, foi prefeito de Catalão na década passada e sempre teve como rival o hoje secretário do governo de Marconi Perillo, Jardel Sebba, que governou cidade entre 2012 e 2016; em março, Marconi esteve em Catalão e Adib se mostrou disposto a firmar parcerias, o que não aconteceu até aqui

adib
adib (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Para convênios com as prefeituras, o programa Goiás na Frente reservou R$ 500 milhões. Esses recursos serão usados prioritariamente em obras de infraestrutura, como asfaltamento, recuperação de ruas e avenidas. Os municípios já começaram a receber a primeira parcela. Nesta terça-feira, Indiara, Gameleira, Nerópolis, Padre Bernardo, Jaraguá e Itumbiara foram contemplados.

No entanto, dos 246 municípios, apenas o de Catalão, do prefeito Adib Elias (PMDB), não aderiu ao programa. O motivo é político e envolve a rivalidade entre PSDB e PMDB no município. Adib, ex-deputado estadual, foi prefeito de Catalão na década passada e sempre teve como rival o hoje secretário do governo de Marconi Perillo, Jardel Sebba, que foi governou cidade entre 2012 e 2016.

Nos bastidores do governo, a informação é que o programa continua aberto a Adib e só depende do prefeito o acerto para o convênio. Em março, o governador Marconi esteve em Catalão e encontrou com Adib. Os dois trocaram declarações republicanas e o peemedebista se mostrou disposto a firmar parcerias com o governo estadual.

O que não aconteceu até aqui.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247