Apenas comece a fazer o que você não consegue tirar da cabeça

Os mais renomados cientistas do mundo não são aqueles que tiraram a nota mais alta em um exame, mas os que pegam princípios complexos de um livro e consegue aplica-los em situações do mundo real para gerar inovação e mudar o curso da humanidade; em ordem de crescer e atingir seu verdadeiro potencial, você precisará expor suas forças e fraquezas no jogo; exposição e incerteza é o único caminho para o crescimento, para a validação; caia imediata e intencionalmente nos estudos, produza e passe por provas de fogo que te façam mais criativo, de modo que você consiga medir todas as suas forças e fraquezas em aplicações reais

Os mais renomados cientistas do mundo não são aqueles que tiraram a nota mais alta em um exame, mas os que pegam princípios complexos de um livro e consegue aplica-los em situações do mundo real para gerar inovação e mudar o curso da humanidade; em ordem de crescer e atingir seu verdadeiro potencial, você precisará expor suas forças e fraquezas no jogo; exposição e incerteza é o único caminho para o crescimento, para a validação; caia imediata e intencionalmente nos estudos, produza e passe por provas de fogo que te façam mais criativo, de modo que você consiga medir todas as suas forças e fraquezas em aplicações reais
Os mais renomados cientistas do mundo não são aqueles que tiraram a nota mais alta em um exame, mas os que pegam princípios complexos de um livro e consegue aplica-los em situações do mundo real para gerar inovação e mudar o curso da humanidade; em ordem de crescer e atingir seu verdadeiro potencial, você precisará expor suas forças e fraquezas no jogo; exposição e incerteza é o único caminho para o crescimento, para a validação; caia imediata e intencionalmente nos estudos, produza e passe por provas de fogo que te façam mais criativo, de modo que você consiga medir todas as suas forças e fraquezas em aplicações reais (Foto: Leonardo Lucena)

Lucas Bicudo, StartSe - Quando você está disposto a dar um salto de nível na sua vida, uma das coisas que mais ajudam nesse momento é parar um pouco e cair em um longo período de aprendizado aprofundado. Nas corporações de ofício, lá naquela fase pré-industrial, jovens procurando por uma carreira passavam meses intensos aprendendo de seus mestres. Sua função principal era criar um nível de mestria que só aplicação prática poderia trazer, através de anos de tentativa e erro.

O sistema de “aprendizado, tentativa, erro e repetição” vai na via contrária do que o universitário nos ensina hoje em dia – com professores em um pedestal, hordas e hordas de livros didáticos e pouquíssima aplicação. O real entendimento de um ofício ou disciplina é completamente proveniente de ação, de exemplos reais.

Os mais renomados cientistas do mundo não são aqueles que tiraram a nota mais alta em um exame. À exemplo de Albert Einstein. Lembra aquela história que ele tinha dificuldade com matemática? Irônico, não? Mas os maiores cientistas são aqueles que conseguem pegar princípios complexos de um livro, simplificar e aplica-los em situações do mundo real para gerar inovação e mudar o curso da humanidade.

Os comediantes mais engraçados não entendem somente a fórmula por detrás de escrever uma piada, mas também todas as emoções que eles precisam incorporar para reter sua audiência e despertar proximidade do público. Os melhores lutadores do mundo não são aqueles que ficam treinando horas e horas no bob, mas os campeões que pisam no ringue, aguentam muita porrada, caem e levantam para triunfar.

Em ordem de crescer e atingir seu verdadeiro potencial, você precisará expor suas forças e fraquezas no jogo. Não existe um jeito seguro. Não há uma opção “sem açúcar”. Você pode demorar para tirar o band-aid, mas o fato continua: exposição e incerteza é o único caminho para o crescimento, para a validação.

Então, ao invés de evitar essas mudanças, o que está sendo proposto aqui é que você imediata e intencionalmente caia nos estudos, produza e passe por provas de fogo que te façam mais criativo, de modo que você consiga medir todas as suas forças e fraquezas em aplicações reais.

A meta final é que você pare de conversar apenas consigo mesmo e comece a falar em voz alta suas ideias com outras pessoas, de um jeito que ela se torne fisicamente viável. Afinal, a raiz de toda produtividade é produção. Se uma ideia continua na sua cabeça, ela não existe. Você não é remunerado por epifanias.

O que você entrega e o nível de qualidade do que você entrega é menos importante do que de fato entregar! A realidade é que grande parte das pessoas passam por toda sua vida adulta sem criar algo tangível com seus sonhos. O problema é que quando você passa anos, ou décadas, sem flexionar seus músculos criativos, eles atrofiam em um nível subconsciente que te faz acreditar que não é mais possível criar, inovar.

Todos os dias são oportunidades para inovar.

Você pode se adaptar bem às mudanças com melhores hábitos. Não ache que você não está pronto ou que você não tem certeza de algo. Apenas parta, apenas tente, apenas caia de boca.

Veja o que acontece.

(via Entrepreneur)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247