Apoio de jogadores a Bolsonaro deixaria Sócrates chocado, diz biógrafo

Autor de uma biografia do ex-jogador Sócrates, o jornalista escocês Andrew Downie criticou o apoio de jogadores ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), como o palmeirense Felipe Melo e os corintianos Jadson e Roger; segundo ele, Sócrates estaria "chocado"; o ex-atleta foi personagem central de movimentos nos anos 80, como a Democracia Corintiana e a campanha das Diretas Já

Apoio de jogadores a Bolsonaro deixaria Sócrates chocado, diz biógrafo
Apoio de jogadores a Bolsonaro deixaria Sócrates chocado, diz biógrafo

247 - Autor de uma biografia do ex-jogador Sócrates, o jornalista escocês Andrew Downie, correspondente da Agência Reuters no Brasil, publicou (em inglês) criticou o apoio de jogadores brasileiros ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). O ex-atleta da Seleção Brasileira foi um personagem central de movimentos importantes na década de 1980, como a Democracia Corintiana e a campanha das Diretas Já.

"Esses caras hoje em dia são o contrário do Sócrates. Ganham muito mais e se importam muito menos com o lugar de onde eles vêm. Não posso falar por Sócrates, mas creio que ele estaria chocado em ouvir jogadores do Corinthians ou de qualquer time grande, como Palmeiras ou Tottenham, falando a favor do Bolsonaro, do autoritarismo", diz o jornalista ao jornal Folha de S. Paulo. Downie é autor do livro "Doutor Sócrates: Futebolista, Filósofo e Lenda" é o título traduzido da obra de 400 páginas, editada pela Simon & Schuster.

O palmeirense Felipe Melo dedicou o gol deste domingo (16) ao candidato do PSL, durante entrevista ao vido no gramado da Arena Fonte Nova, em Salvador (BA). Semanas antes, o meio-campista Lucas Moura, do Tottenham (ING), também declarou apoio a Bolsonaro.

Outro dois jogadores do Corinthians - Jadson e Roger - também confirmaram apreço do presidenciável. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247