Após encontro com FHC, Doria mantém candidatura

Pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSDB, o empresário João Doria Jr. se reuniu nesta quarta-feira, 27, com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e reiterou sua intenção de participar da disputa interna do partido para definir quem será o candidato a prefeito; segundo a colunista Vera Magalhães, Doria teria dito que FHC, que apoia o adversário Andrea Matarazzo na disputa, apoiou a realização do escrutínio interno; "Ele me incentivou a ir em frente e disse que não há meios de a prévia não ocorrer", afirmou

Pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSDB, o empresário João Doria Jr. se reuniu nesta quarta-feira, 27, com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e reiterou sua intenção de participar da disputa interna do partido para definir quem será o candidato a prefeito; segundo a colunista Vera Magalhães, Doria teria dito que FHC, que apoia o adversário Andrea Matarazzo na disputa, apoiou a realização do escrutínio interno; "Ele me incentivou a ir em frente e disse que não há meios de a prévia não ocorrer", afirmou
Pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSDB, o empresário João Doria Jr. se reuniu nesta quarta-feira, 27, com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e reiterou sua intenção de participar da disputa interna do partido para definir quem será o candidato a prefeito; segundo a colunista Vera Magalhães, Doria teria dito que FHC, que apoia o adversário Andrea Matarazzo na disputa, apoiou a realização do escrutínio interno; "Ele me incentivou a ir em frente e disse que não há meios de a prévia não ocorrer", afirmou (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - Pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSDB, o empresário João Doria Jr. se reuniu nesta quarta-feira, 27, com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e reiterou sua intenção de participar da disputa interna do partido para definir quem será o candidato a prefeito.

Segundo a colunista Vera Magalhães, Doria teria dito que FHC apoiou a realização do escrutínio interno. A despeito do apoio do ex-presidente ao adversário Andrea Matarazzo, Doria disse que a conversa foi amistosa. "Ele me incentivou a ir em frente e disse que não há meios de a prévia não ocorrer", afirmou o pré-candidato.

A cúpula do partido se preocupa com o acirramento do clima entre os pré-candidatos, que, na terça, se desentenderam sobre a realização de debates. As prévias estão marcadas para 28 de fevereiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247