Após lance de R$ 696 mi, Bradesco arremata folha de pagamentos estadual

O Bradesco arrematou por R$ 696 milhões a administração da folha de pagamentos dos cerca de 220 mil servidores da ativa, aposentados e pensionistas do Governo de Pernambuco; lance inicial previsto era da ordem de R$ 497 milhões por um período de gerenciamento de cinco anos; instituição já administrava a folha estadual desde 2010; "O Bradesco sempre acreditou muito em Pernambuco e não investimos apenas pela compra da folha de pagamento, mas pelo desenvolvimento do Estado. E o banco está preparado para atender todos os municípios. Vale ressaltar que o Bradesco acredita também na gestão pública de Pernambuco", disse o diretor departamental do Bradesco, Fernando Tenórioo valor obtido pelo Estado ainda mais expressivo.

O Bradesco arrematou por R$ 696 milhões a administração da folha de pagamentos dos cerca de 220 mil servidores da ativa, aposentados e pensionistas do Governo de Pernambuco; lance inicial previsto era da ordem de R$ 497 milhões por um período de gerenciamento de cinco anos; instituição já administrava a folha estadual desde 2010; "O Bradesco sempre acreditou muito em Pernambuco e não investimos apenas pela compra da folha de pagamento, mas pelo desenvolvimento do Estado. E o banco está preparado para atender todos os municípios. Vale ressaltar que o Bradesco acredita também na gestão pública de Pernambuco", disse o diretor departamental do Bradesco, Fernando Tenórioo valor obtido pelo Estado ainda mais expressivo.
O Bradesco arrematou por R$ 696 milhões a administração da folha de pagamentos dos cerca de 220 mil servidores da ativa, aposentados e pensionistas do Governo de Pernambuco; lance inicial previsto era da ordem de R$ 497 milhões por um período de gerenciamento de cinco anos; instituição já administrava a folha estadual desde 2010; "O Bradesco sempre acreditou muito em Pernambuco e não investimos apenas pela compra da folha de pagamento, mas pelo desenvolvimento do Estado. E o banco está preparado para atender todos os municípios. Vale ressaltar que o Bradesco acredita também na gestão pública de Pernambuco", disse o diretor departamental do Bradesco, Fernando Tenórioo valor obtido pelo Estado ainda mais expressivo. (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - O banco Bradesco arrematou por R$ 696 milhões a administração da folha de pagamentos do Governo de Pernambuco. O maior rival da instituição foi o banco Santander.  "O Bradesco sempre acreditou muito em Pernambuco e não investimos apenas pela compra da folha de pagamento, mas pelo desenvolvimento do Estado. E o banco está preparado para atender todos os municípios. Vale ressaltar que o Bradesco acredita também na gestão pública de Pernambuco", disse o diretor departamental do Bradesco, Fernando Tenório. O Bradesco já administrava a folha estadual desde 2010.

O Governo do Estado incluiu no certame uma cláusula que determina que o vencedor do leilão realize o recadastramento dos aposentados e pensionistas do regime próprio do Estado, que deve ser efetuado no mês de aniversário do servidor, seja ele da ativa, aposentado ou pensionista. Este custo não foi computado no preço de venda, o que torna o valor obtido pelo Estado ainda mais expressivo.

O lance inicial previsto pelo leilão era da ordem de R$ 497 milhões por um período de gerenciamento de cinco anos. Folha estadual conta com cerca de 220 pessoas e ira em torno de R$ 850 milhões/mês.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247