PUBLICIDADE

Após pane de avião da Azul, criança fratura perna ao sair do avião pelo tobogã

PUBLICIDADE

247 - O desembarque de emergência feito ontem em um avião em Várzea Grande (MT) deixou uma menina de 5 anos com uma fratura na perna. O voo tinha como destino o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, mas sofreu uma pane e as 132 pessoas que estavam a bordo tiveram que descer por tobogãs para a pista do Aeroporto Marechal Rondon. A reportagem é do portal UOL. 

A fisioterapeuta Juliana Fávero estava no voo acompanhada do marido e dos dois filhos pequenos, de 3 e 5 anos. Na confusão, a filha mais velha de Juliana acabou sofrendo uma fratura em um osso da perna. Ela só foi atendida pela manhã, quando não conseguiu andar por causa do ferimento. Segundo a família, a equipe médica do aeroporto mato-grossense afirmou que a criança tinha "apenas uma contusão".

PUBLICIDADE

"Ela fraturou o terço distal da tíbia. Ela só relatou dor pra mim após já estarmos de volta ao saguão. No primeiro momento, eu achei que tivesse sido alguma batida durante o trajeto da saída, pedi se tinha alguém para ver e eles disseram que estavam aguardando o Samu, mas eu nem vi o Samu", detalhou a fisioterapeuta que, ao contrário de Ana Paula, não chegou a avistar o carro de emergência.

A Azul informa que a aeronave que realizaria o voo AD2751 (Cuiabá-Guarulhos) teve sua decolagem abortada após a identificação de uma pane na aeronave, tendo o comandante do voo realizado o procedimento padrão previsto para esse tipo de situação. Os clientes evacuaram a aeronave por meio das saídas de emergência do avião. A Azul destaca que está prestando todo o apoio necessário aos Clientes, lamenta o ocorrido e reforça que ações como essa são necessárias para garantir a segurança de suas operações".

PUBLICIDADE

As causas dos problemas na aeronave ainda são investigadas.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE