Após rejeição do TRE, PRTB desiste de candidatura a governador

Candidato a governador pelo PRTB, Luís Cláudio, divulgou nota à imprensa em que anuncia a desistência de sua candidatura a governador; candidato reconhece que o pedido de registro de candidatura foi protocolado fora do prazo, razão que motivou o Tribunal Regional Eleitoral a rejeitar o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap) do PRTB; Pleno manteve as candidaturas registradas antes da intervenção da executiva nacional; tempo do partido na propaganda eleitoral será dividido conforme a legislação eleitoral

Candidato a governador pelo PRTB, Luís Cláudio, divulgou nota à imprensa em que anuncia a desistência de sua candidatura a governador; candidato reconhece que o pedido de registro de candidatura foi protocolado fora do prazo, razão que motivou o Tribunal Regional Eleitoral a rejeitar o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap) do PRTB; Pleno manteve as candidaturas registradas antes da intervenção da executiva nacional; tempo do partido na propaganda eleitoral será dividido conforme a legislação eleitoral
Candidato a governador pelo PRTB, Luís Cláudio, divulgou nota à imprensa em que anuncia a desistência de sua candidatura a governador; candidato reconhece que o pedido de registro de candidatura foi protocolado fora do prazo, razão que motivou o Tribunal Regional Eleitoral a rejeitar o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap) do PRTB; Pleno manteve as candidaturas registradas antes da intervenção da executiva nacional; tempo do partido na propaganda eleitoral será dividido conforme a legislação eleitoral (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE) considerou intempestivo e rejeitou o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap) do PRTB, realizados pela comissão interventora do partido, e indeferiu a candidatura a governador de Luís Cláudio. O Pleno manteve as candidaturas registradas antes da intervenção da executiva nacional, quando a legenda integrava a coligação "A mudança que a gente vê".

Com a decisão, um terço do tempo de propaganda política no rádio e TV do partido será dividido igualitariamente entre os partidos, e dois terços distribuídos proporcionalmente ao número de representantes na Câmara Federal, no caso de coligação, o resultado será a soma do número de representantes de todos os partidos que a integram.

O candidato a governador do partido, Luís Cláudio, divulgou nota à imprensa em que anuncia a desistência da disputa. No texto, o candidato reconhece a irregularidade no registro de candidatura.

Leia na íntegra.

"NOTA

Infelizmente, por questões jurídicas, desisto da minha candidatura ao cargo de Governador do Tocantins.

Em decisão reiterada, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), indeferiu a minha candidatura, sob a alegação de que o meu registro foi intempestivo (fora do prazo). Após uma análise profunda da decisão, entendo que razão assiste àquela corte. Lamentavelmente, mesmo com o recurso apresentado junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), reconheço que o meu registro foi feito no dia 12/07, data que o TRE não reconhece como legítima para o deferimento da candidatura. Sou ficha limpa e, assim, quero continuar a sê-lo.

Fiz a minha parte e, enquanto pude, tentei contribuir com o processo de forma democrática e esclarecedora, com propostas e ideias importantes para o desenvolvimento do nosso Tocantins. Desejo aos candidatos que permanecem na disputa toda a sorte do mundo e que o povo possa escolher aquele que apresentar as melhores propostas.

Essa minha atitude é em respeito à ética e à transparência, que sempre pautaram a minha vida pública e pessoal. Agradeço o apoio da minha querida Gurupi, dos meus familiares e amigos, do carinho dos eleitores do Tocantins e renovo o meu compromisso de que demos só o primeiro passo de uma longa caminhada.
Cordialmente,

LUÍS CLÁUDIO BARBOSA"

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247