Após sete meses, Bruno Covas tira férias e vai curtir a Croácia

Embora funcionários da prefeitura de São Paulo precisem de um ano de trabalho para tirar férias, a vida é diferente para o alto escalão; vice-prefeito e secretário de Prefeituras Regionais, o tucano Bruno Covas, após sete meses no cargo, tirou 12 dias de descanso e partiu para a Croácia com três amigos

Embora funcionários da prefeitura de São Paulo precisem de um ano de trabalho para tirar férias, a vida é diferente para o alto escalão; vice-prefeito e secretário de Prefeituras Regionais, o tucano Bruno Covas, após sete meses no cargo, tirou 12 dias de descanso e partiu para a Croácia com três amigos
Embora funcionários da prefeitura de São Paulo precisem de um ano de trabalho para tirar férias, a vida é diferente para o alto escalão; vice-prefeito e secretário de Prefeituras Regionais, o tucano Bruno Covas, após sete meses no cargo, tirou 12 dias de descanso e partiu para a Croácia com três amigos (Foto: Giuliana Miranda)

SP 247 - Sete meses após assumir como vice-prefeito e secretário de Prefeituras Regionais, o tucano Bruno Covas tirou 12 dias de descanso e partiu para a Croácia com três amigos. "Renovando as energias", postou ele no Instagram. "Os croatas são muito receptivos, o país tem belas praias e bons lugares para comer", diz.

Covas diz que deixou o celular em casa, "ou você não descansa". Durante a folga, ele não recebeu salário. Ao menos outros três secretários de Doria também tiraram licenças não remuneradas desde o mês passado: Paulo Uebel (Gestão), Wilson Poit (Desestatização) e Cláudio de Lima (Investimento Social).

As informações são da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247