Armando rebate FHC: 'Dilma tem legitimidade'

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, rebateu nesta terça (18) o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e disse que o tucano "desconsidera a legitimidade da qual Dilma é portadora" ao dizer que a renúncia seria "um gesto de grandeza" da presidente; "Dilma foi eleita num processo rigorosamente democrático e, portanto, me parece que, ao fazer essa colocação, o presidente desconsidera essa legitimidade da qual inquestionavelmente Dilma é portadora", disse Monteiro, primeiro ministro de Estado que se posiciona oficialmente sobre as declarações do tucano

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, rebateu nesta terça (18) o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e disse que o tucano "desconsidera a legitimidade da qual Dilma é portadora" ao dizer que a renúncia seria "um gesto de grandeza" da presidente; "Dilma foi eleita num processo rigorosamente democrático e, portanto, me parece que, ao fazer essa colocação, o presidente desconsidera essa legitimidade da qual inquestionavelmente Dilma é portadora", disse Monteiro, primeiro ministro de Estado que se posiciona oficialmente sobre as declarações do tucano
O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, rebateu nesta terça (18) o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e disse que o tucano "desconsidera a legitimidade da qual Dilma é portadora" ao dizer que a renúncia seria "um gesto de grandeza" da presidente; "Dilma foi eleita num processo rigorosamente democrático e, portanto, me parece que, ao fazer essa colocação, o presidente desconsidera essa legitimidade da qual inquestionavelmente Dilma é portadora", disse Monteiro, primeiro ministro de Estado que se posiciona oficialmente sobre as declarações do tucano (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, rebateu nesta terça-feira (18) o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e disse que o tucano "desconsidera a legitimidade da qual Dilma é portadora" ao dizer que a renúncia seria "um gesto de grandeza" da presidente. Segundo o ministro, Dilma foi eleita democraticamente e, por isso, seu mandato é legítimo.

"Eu considero FHC um homem de grande dimensão, um estadista, mas manifesto aqui minha discordância [com sua declaração]. Dilma foi eleita num processo rigorosamente democrático e, portanto, me parece que, ao fazer essa colocação, o presidente desconsidera essa legitimidade da qual inquestionavelmente ela [Dilma] é portadora", disse Monteiro.

Ele é o primeiro ministro de Estado que se posiciona oficialmente sobre as declarações do tucano.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email