Armando tenta viabilizar vinda de Lula para PE

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) poderá vir a Pernambuco em abril; a informação é do senador e pré-candidato ao Governo de Pernambuco Armando Monteiro (PTB), que trabalha para trazer o PT para dentro de sua coligação nas eleições de outubro; apesar dos esforços dos petebistas e da preferência do Diretório Nacional petista por uma aliança, instâncias do PT pernambucano que defendem uma candidatura própria do partido ainda trabalham para viabilizar o projeto; o senador deverá conversar com Lula nos próximos dias para montar uma agenda de maneira que ele possa participar dos atos de campanha em Pernambuco

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) poderá vir a Pernambuco em abril; a informação é do senador e pré-candidato ao Governo de Pernambuco Armando Monteiro (PTB), que trabalha para trazer o PT para dentro de sua coligação nas eleições de outubro; apesar dos esforços dos petebistas e da preferência do Diretório Nacional petista por uma aliança, instâncias do PT pernambucano que defendem uma candidatura própria do partido ainda trabalham para viabilizar o projeto; o senador deverá conversar com Lula nos próximos dias para montar uma agenda de maneira que ele possa participar dos atos de campanha em Pernambuco
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) poderá vir a Pernambuco em abril; a informação é do senador e pré-candidato ao Governo de Pernambuco Armando Monteiro (PTB), que trabalha para trazer o PT para dentro de sua coligação nas eleições de outubro; apesar dos esforços dos petebistas e da preferência do Diretório Nacional petista por uma aliança, instâncias do PT pernambucano que defendem uma candidatura própria do partido ainda trabalham para viabilizar o projeto; o senador deverá conversar com Lula nos próximos dias para montar uma agenda de maneira que ele possa participar dos atos de campanha em Pernambuco (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) poderá vir a Pernambuco em abril. A informação é do senador e pré-candidato ao Governo de Pernambuco Armando Monteiro (PTB), que trabalha para trazer o PT para dentro de sua coligação nas eleições de outubro. Apesar dos esforços dos petebistas e da preferência do Diretório Nacional petista por uma aliança, instâncias do PT pernambucano que defendem uma candidatura própria do partido ainda trabalham para viabilizar o projeto.

De acordo com declarações feitas por Armando ao Jornal do Commercio, o senador deverá conversar com Lula para montar uma agenda de maneira que ele possa participar dos atos de campanha em Pernambuco. Caso seja confirmada, a visita de Lula em abril fará parte de uma agenda política que será cumprida pelo petista nos próximos meses em vários estados, enquanto a presidente Dilma Rousseff (PT) centrará forças na administração pública. A expectativa em torno da confirmação da agenda de Lula é grande, já que em 2012 ele não veio à Pernambuco na ocasião das últimas eleições municipais do Recife. No pleito, o PT amargurou um inédito 3º lugar e perdeu o comando da capital para o PSB após 12 anos de governo.

A presença de Lula em Pernambuco deve ser forte durante o período eleitoral devido à candidatura do governador do Estado, Eduardo Campos (PSB), ao Palácio do Planalto. Campos, cujo partido era aliado do PT até outubro do ano passado, saiu da base governista para lançar candidatura própria à Presidência da República. Pernambuco, que é gerido pelo socialista há sete anos, é considerado como seu reduto eleitoral, e o PT deverá intensificar sua presença no Estado como uma maneira de brecar as pretensões nacionais do PSB. Armando possui uma ligação direta com Lula e Dilma e no fim do ano passado, ouviu do próprio Lula que ele se integraria diretamente na campanha do petebista.

Em Pernambuco, entretanto, o Partido dos Trabalhadores tenta se recuperar de um racha interno que perdura desde 2012. Dividido, o partido ainda não definiu entre lançar uma candidatura própria ou apoiar o nome de Armando, cujo partido está ao lado do PT em nível nacional. Tanto Lula quanto a presidente Dilma e o presidente nacional da legenda, Rui Falcão, já definiram apoio ao petebista. A opção, entretanto, ainda sofre resistência de diversas correntes locais.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email