Arrecadação em SP fica R$ 1 bi abaixo do previsto

A queda na arrecadação de impostos bateu pesado até em São Paulo, Estado mais rico do país. Segundo o governador Geraldo Alckmin (PSDB), a arrecadação ficou em cerca de R$ 1 bilhão a menos do que os R$ 8 bilhões previstos em setembro; o tucano afirmou que acredita na recuperação econômica, embora lenta

Arrecadação em SP fica R$ 1 bi abaixo do previsto
Arrecadação em SP fica R$ 1 bi abaixo do previsto (Foto: MASTRANGELO REINO/A2 FOTOGRAFIA)

SP 247 - A queda na arrecadação de impostos bateu pesado até em São Paulo, Estado mais rico do país. Segundo o governador Geraldo Alckmin (PSDB), a arrecadação ficou em cerca de R$ 1 bilhão a menos do que os R$ 8 bilhões previstos em setembro. Em entrevista à coluna de Monica Bergamo, ele afirmou que acredita na recuperação econômica, embora lenta.

"Alckmin afirmou recentemente que, "se não cuidarmos", a PEC do teto de gastos poderia "acabar" com o investimento público. Ele esclarece: é a favor da medida, embora acredite que o governo deveria ter priorizado a reforma da Previdência neste momento em que "tem força". No próximo ano, a realidade pode não ser a mesma.

Questionado pela coluna se vai congelar a tarifa de metrô, já que o prefeito eleito João Doria (PSDB-SP) anunciou que não reajustará as dos ônibus, Alckmin se esquivou: "Há duas categorias ansiosas no país: os políticos e as jornalistas", disse. "Esse assunto é só para o próximo ano."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247