Assembleia do Tocantins aprova repúdio a beijo gay

A Assembleia Legislativa do Tocantins aprovou nesta quinta-feira, 26, uma moção de repúdio contra o beijo gay na telenovela Babilônia da Globo; dos 24 deputados estaduais, 12 votaram a favor do requerimento nº 945, de autoria do deputado e pastor Eli Borges (Pros); deputados Eduardo Siqueira (PTB) e José Roberto (PT) votaram contra; de acordo com a nota, a telenovela mostra "Cenas explicitas de relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo, cenas que tem como única finalidade afrontar os princípios da família tradicional"

A Assembleia Legislativa do Tocantins aprovou nesta quinta-feira, 26, uma moção de repúdio contra o beijo gay na telenovela Babilônia da Globo; dos 24 deputados estaduais, 12 votaram a favor do requerimento nº 945, de autoria do deputado e pastor Eli Borges (Pros); deputados Eduardo Siqueira (PTB) e José Roberto (PT) votaram contra; de acordo com a nota, a telenovela mostra "Cenas explicitas de relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo, cenas que tem como única finalidade afrontar os princípios da família tradicional"
A Assembleia Legislativa do Tocantins aprovou nesta quinta-feira, 26, uma moção de repúdio contra o beijo gay na telenovela Babilônia da Globo; dos 24 deputados estaduais, 12 votaram a favor do requerimento nº 945, de autoria do deputado e pastor Eli Borges (Pros); deputados Eduardo Siqueira (PTB) e José Roberto (PT) votaram contra; de acordo com a nota, a telenovela mostra "Cenas explicitas de relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo, cenas que tem como única finalidade afrontar os princípios da família tradicional" (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - A Assembleia Legislativa do Tocantins aprovou nesta quinta-feira, 26, uma moção de repúdio contra o beijo gay na telenovela Babilônia da Rede Globo. Dos 24 deputados estaduais, 12 votaram a favor do requerimento nº 945, de autoria do deputado e pastor Eli Borges (Pros). Dois deputados votaram contra, três se abstiveram de votar e outros sete não estavam presentes no plenário.

A moção de repúdio condena cena exibida no primeiro capitulo de Babilônia, exibida no último dia 16, em que as atrizes Fernanda Montenegro e Nathália Timberg, ambas com 85 anos de idade, protagonizam um beijo gay. O deputado diz ainda que a novela "tem clara intenção de afrontar os cristãos em suas convicções e princípios".

De acordo com a nota, a telenovela mostra "...cenas explicitas de relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo, cenas que tem como única finalidade afrontar os princípios da família tradicional".

Votaram a favor do repúdio os deputados Eli Borges, Osires Damaso (DEM), José Bonifácio (PR), Nilton Franco (PMDB), Valderez Castelo Branco (PP), Rocha Miranda (PMDB), Valdemar Júnior (PSD), Vilmar de Oliveira (SD), Eduardo do Dertins (PPS), Mauro Carlesse, Wanderlei Barbosa (SD), Amélio (SD). Votaram contra Ze Roberto (PT) e Eduardo Siqueira (PTB) e se abstiveram de votar Paulo Mourão (PT), Elenil da Penha (PMDB) e Olyntho Neto (PSDB).

Outros seis parlamentares não estavam no plenário no momento da votação: Amália Santana (PT), Luana Ribeiro (PR), Ricardo Ayres (PSB), Junior Evangelista (PRTB), Cleiton Cardoso (PSL), Jorge Frederico (SD) e Toinho Adrade (PSD).

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247