Assembleia tranca ação penal contra deputado

De forma unânime, os deputados alagoanos decidiram, através de um Decreto Legislativo, suspender  na Justiça a tramitação de uma ação penal contra o deputado estadual reeleito Dudu Hollanda (PSD); ele é acusado de lesão corporal pelo Ministério Público Estadual por ter mordido e arrancado parte da orelha do então vereador de Maceió Paulo Corintho, durante uma festa de final de ano

De forma unânime, os deputados alagoanos decidiram, através de um Decreto Legislativo, suspender  na Justiça a tramitação de uma ação penal contra o deputado estadual reeleito Dudu Hollanda (PSD); ele é acusado de lesão corporal pelo Ministério Público Estadual por ter mordido e arrancado parte da orelha do então vereador de Maceió Paulo Corintho, durante uma festa de final de ano
De forma unânime, os deputados alagoanos decidiram, através de um Decreto Legislativo, suspender  na Justiça a tramitação de uma ação penal contra o deputado estadual reeleito Dudu Hollanda (PSD); ele é acusado de lesão corporal pelo Ministério Público Estadual por ter mordido e arrancado parte da orelha do então vereador de Maceió Paulo Corintho, durante uma festa de final de ano (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - Por unanimidade de votos, os deputados da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) aprovaram, na sessão ordinária desta terça-feira (18), o Projeto de Decreto Legislativo que suspende a tramitação no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) da ação penal contra o deputado Dudu Hollanda (PSD).

Há duas semanas, a matéria estava em pauta para votação, mas por falta de quórum não foi apreciada. Com a aprovação, o decreto será enviado para o TJ/AL, onde será fruto de discussão pelos integrantes da corte de Justiça.

Havia a solicitação que uma ação penal contra o deputado Marcelo Victor (Pros) fosse trancada, mas o parlamentar solicitou a retirada.

Segundo o presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas, deputado Fernando Toledo (PSDB), Marcelo Victor disse que os advogados iriam analisar o recurso.

Entenda o caso:

Eduardo Antônio Macedo Hollanda é acusado de lesão corporal pelo Ministério Público Estadual. Ele teria mordido e arrancado parte da orelha do então vereador de Maceió Paulo Corintho, durante uma festa de final de ano ocorrida em 2009, no Espaço Pierre Chalita, em Jaraguá.

Na época do incidente, Dudu Hollanda era também vereador. O processo tramitou originalmente na 3ª Vara Criminal da Capital, mas foi remetido ao Tribunal de Justiça em virtude de o réu ter sido eleito deputado estadual, passando a ter foro especial.
Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247