Assim como Veja, Época blinda diretor em Brasília

Em texto divulgado neste domingo, revista diz que contatos de Eumano Silva (centro) com Dadá, braço direito de Carlos Cachoeira, estão em linha com os princípios éticos das Organizações Globo; semanal alega ainda que suas reportagens irritaram a quadrilha do bicheiro

Assim como Veja, Época blinda diretor em Brasília
Assim como Veja, Época blinda diretor em Brasília (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A revista Época acaba de divulgar texto em seu site em defesa do diretor de sua sucursal em Brasília, Eumano Silva.  De acordo com a publicação, os contatos do jornalista com o sargento Dadá, braço direito de Carlos Cachoeira, não ferem os princípios éticos e editoriais das Organizações Globo (leia aqui o texto de Época).

Neste fim de semana, a revista Carta Capital publicou reportagem trazendo os grampos entre Eumano Silva e Dadá. Os dois se chamam ora de “professor”, ora de “presidente”. Numa das conversas, Eumano faz um alerta a Dadá a respeito de um blogueiro que havia publicado algo contra a construtora Delta – o que revela que Época tinha conhecimento das ligações do araponga com a empreiteira (ouça aqui os grampos). Segundo o texto que acaba de ser postado pela revista, Dadá se apresentava como funcionário da área de segurança da construtora de Fernando Cavendish.

No passado, quando outro jornalista das Organizações Globo, Ricardo Boechat, se viu envolvido num grampo, acabou demitido sumariamente pela empresa. Merval Pereira, então diretor de Jornalismo da Globo, condenou Boechat por “defender um lado contra outro” numa disputa empresarial (leia mais aqui). No caso recente, Dadá queria que Época publicasse algo contra a Warre, empreiteira de Goiânia, o que, efetivamente, ocorreu.

Desta vez, no entanto, a revista Época preferiu seguir estratégia semelhante à de Veja, que também blindou seu diretor em Brasília, Policarpo Júnior.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247