‘Ativismo de juízes contra um indivíduo não é justica! É perseguição’

"O ativismo de juízes contra um indivíduo ñ é justica! É perseguição! Sendo contra Lula é por opinião política. Como é possível q Moro e o comando do TRF4 tenham pressionado a PF p/ ñ cumprir decisão judicial? Enquanto isso nem recurso fizeram, construíram uma tese exdrúxula!", disse a deputada Maria do Rosário (PT-RS)

‘Ativismo de juízes contra um indivíduo não é justica! É perseguição’
‘Ativismo de juízes contra um indivíduo não é justica! É perseguição’ (Foto: Billy Boss - Câmara)

Rio Grande do Sul 247 - A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) criticou a Justiça brasileira após informações evacuadas na imprensa darem conta de que Sergio Moro e membros do Tribunal Regional Federal da Quarta Região, sediado em Porto Alegre, teriam comunicado à Polícia Federal que não deveria soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

"O ativismo de juízes contra um indivíduo ñ é justica! É perseguição! Sendo contra Lula é por opinião política. Como é possível q Moro e o comando do TRF4 tenham pressionado a PF p/ ñ cumprir decisão judicial? Enquanto isso nem recurso fizeram, construíram uma tese exdrúxula!", escreveu a parlamentar no Twitter.

O desembargador Rogério Favreto, que estava de plantão no TRF4, mandou soltar neste domingo (8) o ex-presidente. O presidente do TRF4, desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, tomou decisão monocrática (individual), e manteve a prisão.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247