Ato ‘Não temos dono’ vai protestar contra racismo na FGV

O Coletivo Negro 20 de Novembro organiza pelas redes sociais um ato para esta segunda-feira 12, na quadra da FGV EAESP (Escola de Administração de Empresas de São Paulo), em repúdio ao racismo manifestado pelo estudante da instituição Gustavo Metropolo, que compartilhou a foto de um aluno negro na universidade com o comentário "achei esse escravo aqui no fumódromo, quem for o o dono avisa"; manifestação pede a expulsão de Gustavo, que foi afastado por 3 meses

O Coletivo Negro 20 de Novembro organiza pelas redes sociais um ato para esta segunda-feira 12, na quadra da FGV EAESP (Escola de Administração de Empresas de São Paulo), em repúdio ao racismo manifestado pelo estudante da instituição Gustavo Metropolo, que compartilhou a foto de um aluno negro na universidade com o comentário "achei esse escravo aqui no fumódromo, quem for o o dono avisa"; manifestação pede a expulsão de Gustavo, que foi afastado por 3 meses
O Coletivo Negro 20 de Novembro organiza pelas redes sociais um ato para esta segunda-feira 12, na quadra da FGV EAESP (Escola de Administração de Empresas de São Paulo), em repúdio ao racismo manifestado pelo estudante da instituição Gustavo Metropolo, que compartilhou a foto de um aluno negro na universidade com o comentário "achei esse escravo aqui no fumódromo, quem for o o dono avisa"; manifestação pede a expulsão de Gustavo, que foi afastado por 3 meses (Foto: Gisele Federicce)

247 - Depois do episódio de racismo ocorrido por um estudante do curso de Administração de Empresas da FGV-SP, o Coletivo Negro 20 de Novembro organiza pelas redes sociais um ato chamado "Não temos dono" na tarde desta segunda-feira 12, na quadra da FGV EAESP (Escola de Administração de Empresas de São Paulo), em repúdio ao acontecimento.

O estudante da instituição Gustavo Metropolo compartilhou a foto de um aluno negro na universidade com o comentário "achei esse escravo aqui no fumódromo, quem for o o dono avisa". Ele foi suspenso da faculdade por três meses.

A vítima de racismo, João Gilberto Pereira Lima, prestou depoimento na sexta-feira 9 no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para falar sobre o caso. Ele registrou boletim de ocorrência por injúria racial. "Não é só uma mensagem maldosa, é um crime", disse.

Leia abaixo a descrição do evento, que foi criado no Facebook:

Queridxs, segunda-feira (12/03) vai rolar o grande ATO CONTRA O RACISMO na quadra da GV.

Esse ato, impulsionado pelos alunos e alunas negras da Fundação Getúlio Vargas tem como principal objetivo reunir forças para dar um BASTA no racismo dentro de um ambiente que já é conhecido por ser elitizado e majoritariamente branco. Dado a ocorrência da última semana, unido com as opressões diárias que nós universitários negros sofremos diariamente assumimos como importante e indispensável um ATO dentro da FGV para dizer que somos muitos e que NÃO ACEITAREMOS OUTRA RESPOSTA POR PARTE DA FGV QUE NÃO A EXPULSÃO DO ALUNO AGRESSOR!!!!!

Por isso, convidamos vocês, gvnianxs, membrxs dos coletivos negros de outras universidades, professorxs, funcionárixs, TODO MUNDO, para estar conosco nesse ato em resistência a toda essa estrutura racista que está imposta!

Precisamos revelar e reafirmar que todas as formas de racismo destroem a dignidade da população negra, a impedindo ocupar muitos espaços na sociedade, inclusive este. Precisamos conscientizar ainda mais as pessoas que desacreditam do racismo e dos seus efeitos negativos. Precisamos sair das redes sociais, pois ela é restrita demais para alcançar quem deve ser alcançado. ESSE ATO MANIFESTA NOSSA SEDE POR JUSTIÇA!

Para este ato, contaremos com a presença de outros coletivos como convidados. Aqui está o formulário para liberar a entrada da galera:
https://docs.google.com/forms/d/1tOIbJnVUuKo4n2rU2QUoevw3UlxqgCUR_ZRiLGwcma4/viewform?edit_requested=true
Além disso, teremos uma super playlist com musicas de resistência tocando, oficinas de discussão e um espaço aberto para produção de cartazes que espalharemos pela GV.

Cronograma:
11h30: ABERTURA DO ATO COM FALA DO COLETIVO 20 DE NOVEMBRO
12h30: OFICINAS DE DISCUSSÃO
Tema 1- Racismo na GV, como combater?
Tema 2- Reflexões sobre práticas racistas cotidianas
Tema 3- Cotas raciais e sua importância no ambiente universitário
14H00: PRODUÇÃO DE CARTAZES
15H00: CONCRETIZAÇÃO DA CARTA SOLICITANDO A EXPULSÃO DO ALUNO AGRESSOR

Vamos juntos tornar o ambiente universitário de fato para TODXS!

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247