Ato reúne centenas contra a censura em BH

Manifestantes defendem a realização da exposição do artista Pedro Moraleida no Palácio das Artes, em Belo Horizonte (MG); a mostra, chamada de "Faça você mesmo sua Capela Sistina", foi acusada de "promover pedofilia e blasfêmia" por grupos na capital mineira; presente na manifestação, o secretário estadual de Cultura, Juca Ferreira, denunciou o que chamou de "barbárie" que tentaram fazer ao proibir a exposição, além de "produzir medo na sociedade através da demagogia"; assista

Manifestantes defendem a realização da exposição do artista Pedro Moraleida no Palácio das Artes, em Belo Horizonte (MG); a mostra, chamada de "Faça você mesmo sua Capela Sistina", foi acusada de "promover pedofilia e blasfêmia" por grupos na capital mineira; presente na manifestação, o secretário estadual de Cultura, Juca Ferreira, denunciou o que chamou de "barbárie" que tentaram fazer ao proibir a exposição, além de "produzir medo na sociedade através da demagogia"; assista
Manifestantes defendem a realização da exposição do artista Pedro Moraleida no Palácio das Artes, em Belo Horizonte (MG); a mostra, chamada de "Faça você mesmo sua Capela Sistina", foi acusada de "promover pedofilia e blasfêmia" por grupos na capital mineira; presente na manifestação, o secretário estadual de Cultura, Juca Ferreira, denunciou o que chamou de "barbárie" que tentaram fazer ao proibir a exposição, além de "produzir medo na sociedade através da demagogia"; assista (Foto: Gisele Federicce)

Minas 247 - Centenas de pessoas fazem um protesto na noite desta segunda-feira 9 em defesa da exposição do artista Pedro Moraleida, que está aberta no Palácio das Artes, em Belo Horizonte (MG).

A mostra, chamada de "Faça você mesmo sua Capela Sistina", foi acusada por grupos na semana passada de "promover pedofilia e blasfêmia". Pedro Moraleida foi estudante de Belas Artes da UFMG e cometeu suicídio aos 22 anos, em 1999, deixando um acervo com mais de mil desenhos e 450 pinturas.

De passagem pela cidade no fim de semana, onde fez um show, Caetano Veloso fez críticas ao ato que pedia a censura e convocou as pessoas a comparecerem na manifestação desta noite (veja aqui).

Presente na manifestação, o secretário estadual de Cultura, Juca Ferreira, denunciou o que chamou de "barbárie" que tentaram fazer ao proibir a exposição, além de "produzir medo na sociedade através da demagogia".

Entre os que se manifestaram contra a exposição, estão o deputado estadual João Leite (PSDB-MG) e o vereador Jair Di Gregório (PP).

Segundo Juca Ferreira, "muita coisa está em jogo por trás dessa ação irresponsável de um vereador que quer se eleger no próximo ano e tá usando da demagogia contra a arte e a cultura sendo correia de transmissão de um processo que o Brasil inteiro está assistindo".

Ele também defendeu a criação de uma frente democrática em defesa da cultura e contra a censura. Assista acima ao discurso do secretário, publicado pelo Mídia Ninja.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247