Audiência pública discute situação de Boates em Goiânia

Proposta é do vereador Djalma Araújo (PT), para quem cerca de 70% dos estabelecimentos da Capital funcionam sem autorização; debate reúne representantes do MP, Abrasel, donos de boates, Amma, Bombeiros e Crea

Audiência pública discute situação de Boates em Goiânia
Audiência pública discute situação de Boates em Goiânia
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás247_ A Câmara Municipal de Goiânia realiza na próxima segunda-feira, 4, uma audiência pública com representantes do Ministério Público, da Associação de Bares, Restaurantes e Similares (Abrasel), donos de boates, AMMA, Corpo de Bombeiros, Conselho Regional de Engenharia para discutir a situação das boates e casas de eventos que funcionam na Capital.

A proposta é do vereador Djalma Araújo (PT). Segundo ele, há informações que cerca de 70% das boates na Capital funcionam sem autorização. "Não haverá tolerância contra o estabelecimento que estiver ou apresentar, que seja, uma irregularidade.

O estabelecimento deve ser fechado de imediato. Todos devem fazer parte deste debate. É responsabilidade de todos", diz Djalma, que concluí: "Não se pode permitir que outras tragédias como a de Santa Maria (RS) volte a acontecer."

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247